Impressões do show da Los Hermanos no Recife (A Volta dos que não foram)...

por - 10:30


Noite memorável a da ultima sexta feira para as mais de 17 mil pessoas que estiveram no evento do chocolate Bis com show da banda Los Hermanos. É surreal como, mesmo num hiato temporal, o público da banda só faz aumentar na cidade, parte do público estava vendo seu primeiro show dos barbudos na noite dessa sexta (15/10). Antes de falar do show, vamos falar do evento em si. O Bis ta de parabéns, fazia tempo que não via uma jogada publicitária dar tão certo. Se ainda existia alguém que não apreciava a marca/chocolate no Nordeste, isso vai mudar rapidinho. O camarote também estava bem legal, bem localizado, galera massa, todo mundo se divertindo, a noite já estava ganha ainda antes do show da Los Hermanos.


Sobre o show, ele também começou antes mesmo da banda subir no palco do Centro de Convenções, mesmo local do primeiro show da banda no Recife há 11 anos, dentro do Festival Abril Pro Rock. Começou antes com o público, que entoava em coro uníssono canções como vencedor, batendo palmas e se divertindo sozinho, eu não vi uma única confusão. A ansiedade era enorme, houve fãs que chegaram ao local do show às três da tarde e não arredaram o pé ate o final do show e a banda só adentrou o palco pouco depois da meia noite. Era visível a emoção de Marcelo Camelo ao subir no palco, era notória emoção ate no Bruno Medina, normalmente reservado, pelo menos com o público.


É difícil medir - e ate entender - pra quem não mora no Recife e/ou não viveu a historia da banda na cidade ao longo dos 10-12 anos de existência do grupo. Foram diversos shows históricos, várias lendas formadas, laços estreitados com pessoas e locais da cidade. Reza a lenda que o barco na capa do álbum Ventura foi inspirado num barco atracado no cais do marco zero, no centro do Recife, ao lado do Armazém 14, local de um dos melhores shows que vi da banda. Daí você imagina a banda retornando pra um show após um hiato de 2 anos e este ser o primeiro show que você vai ver da banda?! Pior, imagina que a banda não voltou e, portanto, você não sabe quando vai ver os barbudos no palco juntos novamente. Pra quem estava debutando em shows dos hermanos, com certeza foi criada uma nova geração hermaniaca que perdurará pelos próximos 10 anos facilmente. E isto estava fadado a acontecer desde o inicio, o público estava no evento para isso. Eles esperavam os clichês característicos como cantar a primeira estrofe de O Vencedor, abrindo o show no lugar do Marcelo Camelo, ou esperar o Amarante afinar sua guitarra no palco entre uma música e outra.



Inicio do show no Recife e Vencedor...


Sobre o show realmente, com a banda no palco. Foram cerca de uma hora e quarenta e cinco minutos de som. O show começou como se esperava com O Vencedor, uma das melhores canções da banda, e terminou com a apoteose característica de uma das melhores músicas feitas no país nesta primeira década, A Flor. Foram notórios erros crassos nos arranjos das músicas e em algumas letras por parte dos dois vocalistas da banda, cheguei a ouvir comentários do tipo “Ensaiaram mal essa hein?”, alem de falhas no som do evento, desligou no meio do show algumas vezes, mas como disse anteriormente, era um jogo ganho. Fica na lembrança o momento apoteótico do Bis iniciado com uma das canções prediletas do público pernambucano, Pierrot, com direito a introdução do frevo Vassourinhas no inicio (mais clichê esperado ansiosamente), transformando o centro de convenções num carnaval absurdo. E a introspecção emocionada de Rodrigo Amarante ao cantar Sentimental (preciso falar do clichê novamente?!).


No final, era visível a alegria do público, da banda e do Bis por ter realizado o evento. Todos puderam voltar pra casa felizes, com a sensação boa, seja pelo dever cumprido, pela alegria de realizar um sonho ou ter vivido o momento. Realmente não é possível afirmar quando a banda retornará no Recife, nem mesmo se a banda irá retomar as atividades e lançar material inédito. Fica a certeza de que a carência Los Hermanos no rock nacional e nos fãs ainda esta ai, viva, insuperável, tanto musicalmente quando falamos na banda e emocionalmente quando falamos da reação do público. E eu realmente não sei se isso é bom ou ruim, mas é um fato...



ps: fotos retiradas do flirck da @BisELosHermanos




Noite memorável a da ultima sexta feira para as mais de 17 mil pessoas que estiveram no evento do Bis com show da banda Los Hermanos. É surreal como mesmo num hiato temporal, o público da banda só faz aumentar na cidade, parte do público estava vendo seu primeiro show dos barbudos na noite de sexta. Antes de falar do show, vamos falar do evento em si. O Bis ta de parabéns fazia tempo que não via uma jogada publicitária dar tão certo. Se ainda existia alguém que não apreciava a marca/chocolate no NE, isso via mudar rapidinho. O camarote também estava bem legal, bem localizado, galera massa, todo mundo se divertindo, a noite começou ganha ainda antes do show da Los Hermanos.


Sobre o show, ele também começou antes mesmo da banda subir no palco do Centro de Convenções, mesmo local do primeiro show da banda há 11 anos, dentro do Festival Abril Pro Rock. Digo que começou antes com o público, que entoava em coro uníssono canções como vencedor, batendo palmas e se divertindo sozinho, eu não vi uma única confusão. A ansiedade era enorme, houve fãs que chegaram ao local do show às três da tarde e não arredaram o pé ate o final do show e a banda só adentrou o palco pouco depois da meia noite. Era visível a emoção de Marcelo Camelo ao subir no palco, era notória emoção ate no Bruno Medina, normalmente reservado, pelo menos com o público.



Você também pode gostar

2 comentários

  1. >Eu tava lá caralhooo! *-------*Foi o melhor show da minha vida!Sem dúvidas, chorei vinte por cento do tempo, e os outros 80 passei emocionadissíma, tanto que as vezes não conseguia cantar *--*Foi tudo, perfeito!=**

    ResponderExcluir
  2. >eu fui no show, amei não canso de ver os dvds, assisto 3 á 4 vezes por dia, amo los Hermanoprincipalmente Rodrigo Amarante é +, valeu.

    ResponderExcluir