Nordeste é independente em Novembro – Festival Mundo (2010)…

por - 14:29




Bom, vamos continuar tentando convencer você que ta livre em Novembro pra subir pro nordeste do Brasil e curtir o melhor do independente nacional. Em novembro, vários festivais e bandas independentes do cenário brazuka estarão em tour ou participando de festivais na parte de cima do país. Então, no nordeste em novembro você vai ter praia, sol boa parte do tempo, maresia e muito som de boa qualidade. Se você já mora no Nordeste, se programe e compareça. Boa parte das bandas nacionais deve aproveitar e fazer tour pelo NE nesse mês de novembro, então se ligue!

Vamos falar agora da sexta edição do Festival Mundo, evento que acontece na bela cidade de João Pessoa, na Paraíba. Esta edição já começa no dia 5 de Novembro com uma a abertura do Vernissage da Exposição Coletiva V e a festa de lançamento oficial do Festival, com pocket show de Rieg Wasa. A amostra intitulada V ficara em exposição ate o dia 25 de novembro, tempo de sobra para ser apreciada. Dela participam vários artistas paraibanos e alguns de outros estados do país, destaco os paraibanos Shiko e a tetéia Krysna Nobrega. Após o lançamento do Vernissage ainda rola shows Zé Cafofinho (PE) e com Nevilton (PR) no espaço mundo, pra quem puder comparecer mais cedo na abertura do festival.

Os principais shows do festival acontecerão na Usina Cultural Energisa entre os dias 13, 14 e 15 de novembro e contará com a apresentação de 27 bandas entre gringas e nacionais, fazendo uma mistura de ritmos regionais e muito rockn roll. Entre as principais atrações do festival destacam-se as bandas Violator (DF), Wado (AL), Moveis Coloniais de Acaju (DF), B Negão e os Seletores de Freqüência (RJ) e The Tormentos (AR), separada entre os três dias do evento. Fora eles, vamos as bandas que você não deve deixar de assistir...

A diversidade é o principal mote do festival. Não tem um dia só de coisas pesadas, tem pra todos os gostos todos os dias, então, vamos aos nossos destaques para o sábado, dia 13, não deixe de apreciar:

Ubella Preta (PB): Trio de música instrumental com um pé no Afrobeat e outro na Psicodelia. O primeiro EP da banda é muito bom e as faixas novas so têm mostrado evolução, devem tocar com o público a favor e fazer um showzaço!

Falsos Conejos (AR): Power trio instrumental direto da argentina, ta em tour pelo Brasil que vai terminar pelo nordeste. O último disco, o recém lançado YYY é coisa fina, espero que ao vivo seja tão bom quanto a bolachinha.

Desalma(PE): Power trio recifense que transita entre vertentes do metal, tem pra quem curte death, trash, tudo muito bem encaixado e soando bem pra ensurdecer todo mundo, se você curte pantera e derivados, use protetor auricular.

Já no domingão (dia 14), aquele sol bonito de jampa, este é o dia do festival com maior numero de bandas locais. O Diogo disse que o disco novo da Elmo ta ficando foda, a Sarah sempre recomenda o show da Sem Horas, espero poder sacar tudo, mas não perca estas:

Dalva Suada (PB): quarteto paraibano de rock, com pitadas de experimentalismo e psicodelia. O vocalista é um show a parte, performaces mirabolantes, o EP de estréia da banda é bom pra ouvir em casa e funciona muito bem ao vivo.

Anjo Gabriel (PE): Rock setentista, com direito a estilo hippie e muita guitarra alta. O EP é bem legal, o disco novo é muito bom. Espero que a banda responda bem ao vivo no mundo, pra todo mundo lembrar o tempo bom que não volta nunca mais...

Chegamos então ao terceiro e último dia de shows do festival mundo, em pleno feriado proclamando a república com muita música independente, não deixaria passar:

Gigante Animal (SP): Banda formada por ótimos músicos, os eps são bem legais, musicas amarradas, tem crescido bem no nordeste, essa tour tem tudo pra deixar a boa impressão da banda em quem não conhece...

Camarones Orquestra Guitarrística (RN): Coletivo de rock instrumental natalino, o show sempre é superdivertido. Destaque para as coreografias de Foca e pro som sempre carregado de energia.

Cabruera (PB): se você é de João pessoa ou Paraíba e não conhece a Cabruera, pode se internar. Se você ta saindo de outros estados pra curtir o festival, preste atenção na mistura de ritmos regionais e alternativos feitos de maneira bem natural pela banda.

Se você ainda não se cansou com tudo isso, acontecerá também na Usina Cultural Energisa, a Mostra Audiovisual, com o tema “Sexo, drogas e rock’n roll” na Sala Digital, paralelamente aos shows. Na mostra estarão curtas locais e nacionais. Programação completa no blog da Carol Morena, uma das organizadoras do festival. Mais informações sigam o @festivalMundo no tuiter e ser feliz, ate lá!

 



Festival do Mundo (2009)

Você também pode gostar

0 comentários