Top 5 qualquer coisa (e mais uma coisa qualquer)

por - 02:23

eu poderia dizer que estou fazendo uma Lista Top 5 sobre qualquer coisa só pra fazer o "diferente" no rolé altnewpaper. ou poderia ser um chato arrogante e dizer que não gostei de nada, o que seria uma grande injustiça com a promissora nova safra da sonoridade brasileira. a verdade é que ando meio desligado com a atual cena musical brasileira e de fato não tenho opinião formada sobre, portanto seria "encher linguiça" - ou leigo mesmo - da minha parte nomear 5 aleatórios pra essa lista; meus amigos já fizeram um bom trabalho nos posts relativos, vocês tem que concordar. por isso minha lista Top 5 vai pra qualquer coisa que me "desviou" a atenção, no decorrer de 2010:

* The Walking Dead: é chutar cachorro morto (-vivo!), dizer que a adaptação da HQ de Robert Kirkman e Tony Moore foi a melhor coisa do entretenimento televisivo de 2010. se alguns filmes já te faziam pensar no que aconteceria numa hecatombe de zumbis, The Walking Dead te colocou dentro do caos! a cena do cavalo sendo devorado ou o acampamento que, em plena noite escura, é atacado por uma horda de zumbis comedores de carne, é a coisa mais sombria já produzida sobre o tema.


* Dinosaur Jr: o melhor show desse ano, disparado. pessoalmente eu esperava há anos ver Jay, Lou e Murphy em cima de um palco, destroçando amplificadores em batalhas de guitarras e egos, exalando o mais puro skate-punk-indie-rock. e aconteceu: um pouquinho à tarde, de grátis, num evento de skate que me senti de volta ao meio dos anos 90, e depois no oficial à noite, num palco apropriado com a sonoridade apropriada, com uma garrafa de cerveja na mão e vários velhos amigos em volta. e na melhor fase da banda há anos. um dia memorável, diga-se de passagem.



* Inception: melhor filme do ano. muita gente criticou elegendo-o como um previsível "novo Matrix"; muita gente criticou simplesmente porque não entendeu patavinas. mas A Origem foi a idéia mais absorvente que rodou os cinemas em 2010. sonhos dentro de sonhos e ações controladas pelo subconsciente sempre tem tudo pra não dar em nada, girar em circulos e acabar sem maiores significados. a não ser pelo fato de deixarem isso nas mãos de christopher nolan, que já tinha demonstrado como dar nós em roteiros quebra cabeças como o de Memento. e de um pião rodando, sem deixar saber se ele cai ou não cai: masterpiece.




* Eleições 2010 / o pastor "rasgador de alcorão": to entre esses dois fatos pra saber qual foi a maior presepada do ano: as eleições presidenciáveis que deixou mais claro pra todos, alguns posicionamentos da sociedade brasileira, como regionalismo, aborto, manipulação da mídia, e o incrivel nível de joselitagem na hora de escolher quem vai ser o capitão desse promissor Titanic. ou o digníssimo pastor WASP* Terry Jones, que com seus 30 ou 40 seguidores de uma igrejinha protestante sulista medíocre, quase decretou o fim do mundo como conhecemos por ter a BRILHANTE IDÉIA de tocar fogo em alguns exemplares do livro sagrado mulçumano. o que vai destruir a humanidade primeiro? a burrice concentrada no preconceito e racismo ou a religiosidade cega e surda que circula o mundo?? Ignorance is Bliss, diria o sábio Joey Ramone...






*Superchunk Majesty Schreding: o melhor disco que ouvi esse ano. mas sou suspeito de babar nos ovos dos Superchunk, banda que eu idolatro desde os primeiros passos dos desesperançosos e perdedores anos 90. cada acorde produzido pela banda do Mac e da Laura são diamantes brutos do punk rock americano, eu sempre disse e continuarei dizendo. benza deus.




* e a menção honrosa vai para os russos. adoro esses russos; povo incrível. são os únicos que tem culhão pra ligar o botão do FODA-SE com tanta naturalidade. bom, veja ae: uma imagem vale mais do que mil palavras.


Você também pode gostar

0 comentários