Talvez os biscoitos chineses façam sentido

por - 15:27



Chinese Cookie Poets
é uma banda carioca de... hm... avant-garde, experimental, free-jazz, noise, no-wave? Misturando influências como John Zorn, Tom Waits, Marc Ribot e Tony Williams, a banda lançou no final de 2010 seu primeiro disco, o EP intitulado “Chinese Cookie Poets”.

Bone Catcher
abre o EP remetendo ao Naked City e John Zorn, o baixo alto, o clima em que a guitarra entra e o ritmo da bateria, se combinam de uma maneira tamanha e nem um pouco óbvia, mostrando o que vem pela frente. How to Clean Storage Pain soa mais noise que a faixa anterior, guitarras distorcidas e leves solos, arrepiam os tímpanos do ouvinte.




Dissident Lounge
consegue unir os elementos destacados nas músicas anteriores: o noise de How to Clean Storage Pain e o clima Naked City de Bone Catcher. Solos rápidos, bateria insana e momentos inesperados marcam a terceira faixa do EP. Flat Tire Bikes é curta, apenas 1 minuto e 4 segundos, de começo, parece que todos estão afinando seus instrumentos, mas quase que no fim, são arranhados alguns arranjos leves.

Arnold's Typewriter
tem seu início com a bateria, logo depois, quem da às caras é o baixo, tocado por Felipe Zenicolla e por último, a guitarra, que entra distorcida mais uma vez. A faixa segue bem experimental e marcada pelo baixo. A última música, Live at Audio Rebel 27-07-2010, fecha o álbum em grande estilo, conseguindo mesclar as 5 faixas anteriores em uma só: o noise, o avant-garde, os arranjos arranhados e tudo mais.

Chinese Cookie Poets EP
é um belo disco para animar seu domingo, sua viagem, sua segunda, ou qualquer outra coisa que você venha querer fazer ouvindo-o. Sem sombra de duvidas, entra para a lista daqueles que não tem hora, nem dia para escutar.


Você também pode gostar

0 comentários