A sinceridade e simplicidade de Daniel Higgs no CCSP

por - 14:05


Ontem, dia 10 de setembro (quando em 2001 os americanos dormiam de maneira tranquila), aconteceu no CCSP (Centro Cultural São Paulo), o show do Daniel Higgs (vocalista da extinta banda de post-hardcore Lungfish.

Eu precisava escrever algo sobre isso, mesmo me faltando palavras para poder descrever o que aconteceu naquela sala Adoniran Barbosa. O show foi simples, Daniel, seu banjo e algo que não sabia identificar o que era, só sei que era necessário colocar o tal objeto na boca. Tudo ali me pareceu improvisado, desde os acordes feitos no instrumento, até os vocais que foram colocados em cima das faixas.

Surreal do começo ao fim, quem foi ali sem conhecer o trabalho solo do ex-vocalista do Lungfish pensando que o som iria lembrar minimamente a banda que o consagrou, acabou ficando meio perdido (e deu pra perceber isso em algumas pessoas da plateia) mas quem foi ali para ver uma lição de improviso e experimentação, saiu bem contente.



Daniel Higgs from beep! beep! back up the truck (créditos mantidos)


No fim, ao menos em minha opinião, creio que toda bandinha que está começando deveria vê-lo tocar nem que seja uma única vez para aprender que se a música vier do coração (desculpe-me o clichê), por mais simples ou torta que seja, pode encantar os ouvidos alheios.

Caso você esteja em SP e queira seguir meu conselho de vê-lo, hoje acontecerá um show dele na Casa Dissenso, pela quantia de 15 mangos, se não puder aparecer por lá, confira as datas de outros shows dele pelo sudeste do Brasil varonil aqui.

Você também pode gostar

1 comentários

  1. >O instrumento que ele levava a boca era uma harpa judaica, Paulo. Recomendo buscar info sobre, velho. É um instrumento fantástico. Abraço!

    ResponderExcluir