Get out away, get out away: o retorno do At The Drive-in

por - 22:44

Provavelmente vocês viram os boatos e checaram no site oficial da banda, que eles voltaram. Ninguém sabe se é um show lá na Rússia, com todo mundo injetando heroína, ou se a parada vai funcionar mesmo, cd novo, turnês e etc., mas poxa, o HD tá aí, e mesmo que a apresentação seja de fato ali perto da Sibéria, teremos algo em ótima qualidade para mostrarmos as crianças que passarem pela rua de nossas casas num futuro não tão longe. “O menino, entra aqui, vem ver o que é música de verdade”.Amigos, o At The Drive-in é uma das melhores bandas que eu já ouvi e se para você não é, sinto muito, você é um babaca, beleza? As apresentações ao vivo eram realmente de foder o cu do palhaço e as músicas, sensacionais. Vocês por acaso sabem como é ficar se balançando ao som de Alpha Centurari na aula de matemática? Eu sei e digo que é legal pra cacete. Tentem. Se vocês já saíram do ensino médio, sinto muito.

Em homenagem a essa ótima notícia, que já foi divulgado em uma par de pico, inclusive Pitchfork da vida, separamos para vocês, amigos leitores, a discografia do At The Drive-in para download. Ahá, esses sites não fizeram isso né? Somos ilegais, marginais e um bando de anarquistas que ocupam prédios de faculdades, por isso, confie em nós e baixem os sons, enquanto não temos um disco novo ou um bootleg em HD.





Sobre a banda e seus rumosAt The Drive In é uma banda formada em El Paso, Texas, no ano de 1993. Acho eu que os cinco principais integrantes ao longo do tempo de existência foram: Cedric Bixler-Zavala (Vocal e Guitarra), Jim Ward (Guitarra, sintetizador, backing vocal), Omar Rodríguez-López (Guitarra principal), Paul Hinojos (baixo) e Tony Hajjar (bateria). Entre CDs e EPs lançados, acho que foram oito registros e após um show, oito anos de banda, uma ascensão meteórica dentro do tal post-hardcore e figurando como uma das, se não a mais importante banda da segunda onda ‘emo’ iniciada incidentalmente pelo Mackey e cia nos anos 80, os caras realizaram um show foda pra caralho no Big Days Outs na Austrália em 2001 e anunciaram o encerramento das atividades.Lembro bem de uma entrevista onde Omar e Cedric deixavam claro a insatisfação deles com o som e o patamar na qual a banda estava se estabilizando e que procuravam cada vez mais novos e outros caminhos musicais, o At The Drive-in acabou num racha entre os integrantes fundadores Cedric e Jim, dando inicio ao que seria o Mars Volta e a Sparta.

Entre 2001 e o presente momento, o Mars Volta fez a melhor tríade inicial das bandas deste novo século no Rock, chamando a atenção do mundo todo para aquele som psicodélico/ absurdamente estranho do EP Tremulant, Deloused e Frances The Mute. Já o Sparta seguiu na linha básica do rock alternativo com caídas no hardcore. E isso, além do fraco desempenho do Sparta, deixou claro que o talento do At The Drive In estava principalmente no Cedric e no Omar.



Arcasenal - Live at Big Day Out


O aviso e as expectativas
O Sparta meio que acabou no ano de 2010 e depois da tríade inicial absurda, o Mars Volta entrou numa espiral de discos de rock setentista que soavam com lampejos de genialidade em meio a um som bom mas antigo. Eis que no final de 2011 começaram a surgir boatos de um possível retorno do ATDI e todos estes bochichos findaram-se hoje, quando o seguinte aviso apareceu no site da banda: “ATTENTION! To whom it may concern: AT THE DRIVE-IN will be breaking their 11 year silence. THIS STATION IS .... NOW ....OPERATIONAL".Agora é esperar que isso realmente aconteça e que a banda volte não só com um novo trabalho, mas também entrosada com o som que fez com que eles se tornassem um dos grupos mais importantes do final dos anos 90 e inicio dos anos 2000. Provavelmente o retorno é por dinheiro, ou então o coração amoleceu e o Jim e o Cedric se abraçaram e voltaram a ser melhores amigos, mas isso realmente importa? O que importante é que eles retornem querendo realmente fazer isso e que entreguem suas vidas novamente ao ATDI, como pareciam fazer em todos os shows e vídeos dos tempos de auge do grupo. E provavelmente pernas serão quebradas em alguns shows, eu realmente não me importo, poderia até ser uma das minhas, contanto que esta tour mundial aconteça realmente.



Show completo em 2000 (Detroid)

O retorno

Queridos, sabe onde será a apresentação que marca essa estreia? No Coachella, em abril, ao lado de Radiohead, Amon Tobin, Explosions in The Sky e MUITAS outras bandas legais pra caralho. Então se você tem passaporte ou pretende tirá-lo, CORRA, e já vai fazendo o pé de meia para ir até a gringa ver o ATDI e quando voltar, ser demitido.



Discografia

Hell Passo (1994)

!Alfaro Vive, Carajo! (1995)

 Acrobatic Tenement (1996)

El Gran Ogro (1997)

In/Casino/Out (1998)

Vaya (1999)

Sunshine / At the Drive-In (2000)


Relationship of Command (2000)

This Station Is Non-Operational (2005)


Você também pode gostar

0 comentários