Uma semana de merda e vários sons

por - 16:14


Tenho um iPod Shuffle que meu lindo primo me deu. É meio chato às vezes não ter o painel para ver o que está tocando ou selecionar a música direto. Às vezes você tá ouvindo um Sabotage, cantando que hoje choveu nas Espraiadas e pra polícia sair do pé e do nada começa a tocar uma banda fake de Los Hermanos. Opa, pera ai, não tem isso no meu iPod não! Em contrapartida, vira e mexe você descobre uma faixa que nem lembrava ter colocado ali e que te dá um puta ânimo e combina com o seu dia. Isso aconteceu essa semana inteira, abaixo vocês sacarão quais foram elas, bem como a condição que estava quando elas tocaram. Sou carente, desculpa:Segunda-feira: dia filho da puta. Quando eu trampava em casa era de boa, foda-se, acordava 12h00 e ria de quem acordava 6 da matina. Hoje é outros 500. Levanto sempre bem puto, mas quando sai de casa e apertei o play, começou a rolar Isso Aqui é Uma Guerra do Faccção Central. Esta música teve seu clipe censurado por ser considerado apologia ao crime e os integrantes do grupo foram presos. Imagina você num dia filho da puta, com raiva de todo mundo, cantando no busão: “se eu quero casa, comida, alguém tem que sangrar. Vou enquadrar uma burguesa e atirar pra matar”. Revolução.





Terça-feira: tudo dando errado. Nada de bom neste dia que costuma ser pior do que segunda para mim. Todo lugar que passo tem feira e fica um puta cheiro de peixe na rua. Aí você tá ouvindo música e do nada rola Neoliberalismo é pior ainda antes da primeira refeição do dia, do Againe. Creio que esta foi a segunda música que mais ouvi na minha vida. O instrumental não é só punk rock, tem muito mais ali, umas guitarras bem distorcidas e tortas... a letra e vocal desta faixa são fodas. Você no busão: “você é especial como um anúncio de cigarro deitado na areia limpa esperando pelo meio dia”. Revolução [2].





Quarta-feira: ok, eu acordei com remelas tão profundas que só consegui enxergar de verdade por volta das 7h40 da manhã. Ai tava meio puto né, meio cansado e tudo mais, hora ouvindo Patti Smith, hora ouvindo Jets to Brazil, ai chega o Sabota e aquela gringa falando “vai na fé, nego”. Acho que foi quando eu voltei a poder ver as coisas, aquilo deu um puta gás. No Brooklin, Sabotage. Vish, eu segui o conselho, cantei e entrei gingando na sala. Bom dia.





Quinta-feira: já mexeram com banco de dados? MySQL? PhpMyAdmin? Se você nunca estudou programação nem nada relacionado, a parada é bizarra. Sou estudante de jornalismo, mas é aquilo, vira e mexe eu nerdeio por aí. Essa porra me encheu o saco, ai eu ouço aquela introduçãozinha de Play This Song Again, Street Bulldogs. Porra, essa música é muito boa. Você lá todo com cara de cu e do nada sai cantando “Forever and ever, we can start now, play this song again”. Alegria.




Sexta-feira: carnaval, mano. Se acha que eu tô puto? Hoje é o dia que mijo da janela e procuro no youtube o Conexão Reporter de ontem sobre sexo, filme pornô e as minas que fazem strip. Ai eu passo a tarde toda com a bunda pra cima e rindo do SBT abordando esse assunto e da cara do apresentador entrevistando a Monica Mattos. Todo sério, parecia que estava de frente com o Coronel da ROTA. Mas ai você fica meio de saco cheio, o vídeo começa a travar, você liga o shuffle e começa a tocar Guesa Errante da Lupe de Lupe. Bicho, que coisa linda! Essa música pra mim é a melhor deles, noise e berros. Puta merda, vou até ouvir de novo, falou aí!

Você também pode gostar

0 comentários