Cena Low-Fi: Lançamento do single "Nonsense" de Ricardo Chacon no Recife

por - 11:09


Saudações!


O internauta que acompanha o Altnewspaper deve ter sacado que um dos 4 singles, lançados no início de 2012 havia uma canção chamada “Nonsense”, pois é, a voz que se ouve nela é do pernambucano Ricardo Chacon - uma figura da cena musical recifense que foi muito bem sucedido como interprete em projetos musicais, os quais focavam os covers de bandas famosas do pop e do rock gringo entre outras bandas a SouS Rock foi a mais duradoura antes mesmo da sua maior experiência;  a Banda Nós 4 - que em 8 anos teve como foco a MPB e que contou na sua agenda mais de 4 mil shows realizados, as gravações de CDs e DVDs - consequências naturais de um público ávido nesta proposta, contudo, as inquietações do cantor e compositor, enfim, falaram mais alto.


Ainda em plena atividade com a Nós 4, Chacon forma uma dupla com o amigo de banda e vida particular o músico e compositor Piero Bianchi e deram os primeiros sinais que a vontade de expor as próprias composições, daí surge o belo projeto Terra Papagali Coffee Shop (2008), posteriormente, ainda sem uma formação de banda definida lança o EP Chacon (2010) com uma proposta musical que transitou entre o indie rock e folk tradicional. Em 2011 alguns shows para divulgar o mesmo EP e uma formação já definida, serviram para que o pernambucano por em prática as ideias, parcerias e composições do seu primeiro álbum solo que até o final deste ano deverá estar em algumas lojas e disponível na internet.


Entre o projeto Terra Papagali e o Chacon rolou uma ânsia de buscar alternativas para a sobrevivência no meio independente, então o Ricardo ao lado de vários amigos artistas somados aos profissionais de outras aeras formaram umas das primeiras formações do Lumo Coletivo no Recife, o mesmo foi totalmente influenciado pelo que hoje conhecemos como Fora do Eixo. Então como um dos pioneiros da cidade a integrar o movimento, ficou interessante saber a sua opinião sobre a polêmica-propaganda da música pernambucana atual através da falácia de Pablo Capilé em dezembro do ano 2011.


Após esse resumo da carreira do Ricardo Chacon fica mais fácil compreender o conteúdo do vídeo que a coluna Cena Low-fi trás esta semana. É isso aí.



Você também pode gostar

0 comentários