5 discos que nunca entendi em toda minha existência

por - 14:09

[caption id="attachment_13430" align="aligncenter" width="600" caption="Essa imagem expressa tudo o que sinto"]6jddI-600x422[/caption]

Desde que passei a ouvir música da hora que acordo até quando vou dormir me deparei com discos que nunca entendi o significado de toda a lambição de bunda em cima deles.


O pessoal (crítica e indies) falava como se aquele lançamento fosse a salvação do rock, do indie, do alternativo ou de qualquer outra subcena dentro do independente. Eu ouvi todos e o máximo que eles conseguiram me tirar foi um ponto de interrogação na cabeça.


Me digam, por favor, por que raios vocês acham esses álbuns tão fodas? O mais legal dessa lista é um que me faz querer mudar na quinta música porque está chato e maçante que prefiro ir ouvir o barulho da obra na casa da vizinha.


Enfim, vocês estão prontos para ver um idiota acabando com os discos que vocês votam como da vida? Abaixo vocês podem conferir 5 deles e por favor, se sentirem-se ofendidos, comentem e me expliquem porque eles são tão legais assim, porque até hoje, nunca entendi.


Arctic_Monkeys - Whatever_People_Say_I_Am_That's_What_I'm_Not1: Arctic Monkeys - Whatever People Say I Am, That's What I'm Not – cara, eu ouvi esse disco mais de dez vezes e em todas elas eu baixei de links diferentes. Nunca, eu disse nunca, consegui engolir esse álbum como algo foda. É mais um que você ouve e fala “tá, ok, cadê o orgasmo que prometeram?”. A única coisa legal é o Adam Sandler fumando um cigarro na capa.


black-keys-el-camino
2: Black Keys – El Camino:
ok, esse é recente e bem nota 4. Você ouve e fala “uau... mas que grande desperdício de tempo baixando no torrent e em 320kbps”. Se eu tivesse pego isso em 96, talvez teria ficado menos decepcionado. Me falaram que os primeiros álbuns desses caras são legais, mas depois de El Camino, o disco mais sem sal que ouvi em 2011, prefiro esperar um tempo antes de baixar.


Is-This-It
3: Strokes – Is This It?; Is This It?: esse aqui eu tenho duas músicas avulsas no meu pc desde 2008 e são as únicas que gosto porque tocavam no Winning Eleven 7 de Playstation 2, junto com Beautiful Day do U2. Apenas por questão de nostalgia. O resto do álbum é o indie rock tão chato, mas tão chato e previsível, que acredito que a cena na época estava uma merda por completa.


arcade-fire-the-suburbs
4: Arcade Fire – Suburbs: sério mesmo que vocês curtiram isso? Eu me matei pra achar um link que estivesse online quando vazou e fiquei chateado. Se este foi um dos melhores discos de 2010, acho que estava no meio do mato ouvindo música country e pulando quadrilha, porque puta merda, uma chatice.


smash
5: Smashing Pumpkins - Mellon Collie and the Infinite Sadness: sobre esse registro não posso dizer muito, além que não bastasse ser chato, o Billy Corgan fez algo duplo. Puta merda, é ruim, é sem graça, é sem sal e eu prefiro que o Stephen Malkmus dê umas porradas nesse carequinha, porque nessa briga, eu prefiro Pavement e tá falado.

Você também pode gostar

21 comentários

  1. Devia ter uma lista com discos nacionais!

    ResponderExcluir
  2. "Sobre esse registro não posso dizer muito, além que não bastasse ser chato, o Billy Corgan fez algo duplo. Puta merda, é RUIM, é SEM GRAÇA, é sem SAL."

    Filho, você está comentando sobre um disco ou sobre algum espécie de prato? Seus argumentos sobre "Mellon Cholie and the Infinite Sadness" são deprimentes; aliás, quais são seus argumentos mesmo? Sua opinião pessoal? Veja, você tem todo o direito de não gostar do disco, mas querer persuadir alguém de que o disco não presta do modo que você tentou fazer, sinceramente, é de fazer rir.



    Abraço

    ResponderExcluir
  3. ainda bem que sacaram que era mais pra rir do que pra levar a sério... já pensou se a redação da MTV lê isso? :O

    ResponderExcluir
  4. Não sei se gosto mais do texto ou dos comentários comprovando o que foi dito.

    ResponderExcluir
  5. ótima lista! numa brazuca eu colocaria todos dos los hermanos e da mallu magalhães

    ResponderExcluir
  6. Concordo com o Black Keys e Smashing Pumpkins, em parte do disco dos Strokes. Demais a crítica, mesmo sendo fã de Arctic Monkeys e Arcade Fire dei umas gargalhadas aqui.

    ResponderExcluir
  7. Vixi.

    Realmente, polêmico.

    ResponderExcluir
  8. Faltou iosa discos do Pixies aê!

    ResponderExcluir
  9. o melhor comentário foi



    "é. sua opinião."



    e o melhor da lista foi o Smashing Pumpkins

    ResponderExcluir
  10. "O Adam Sandler na capa", achei que era só eu que achava mesmo muito parecido.

    ResponderExcluir
  11. hahaha faz uma brasileira!

    ResponderExcluir
  12. Não ouvi nenhum e sei que são todos ruins

    ResponderExcluir
  13. adoro black keys. mas esse ultimo cd ficou ruim mesmo.

    ResponderExcluir
  14. Hahahaha. Foi só pra criar polêmica, né? Eu tbm nao gosto muito deles, mas falar que sao ruins ja é demais.

    ResponderExcluir
  15. O "Whatever People Say I Am" foi o disco que tirou meu "cabaço" pra musicas com andamentos rápidos, posso não ouvir ele muito hoje em dia, porque to em outra vibe. Mas ele simplesmente pode ter aparecido na hora errada. Quando um amigo meu me mandou esse disco alegando que esse som era a minha cara, eu fiquei puto, não gostava de jeito nenhum. Em outra oportunidade, sem forçar, vagarosamente o disco me acertou em cheio em algumas musicas e depois como um todo, como eu posso dizer... Se os nossos sentimentos/sensações fossem cores, esse disco trouxe novas cores pra mim, sensações mais complexas que eu ainda não havia sentido.



    "Is this it" foi na mesma, faz uns dois anos que não consigo ouvir ele, masss já me acertou muito em cheio... Talvez porque foi o primeiro disco indie que eu ouvi, eu não tinha nada pra comparar, não tinha como dizer que era só mais um disco indie chato, talvez o porque do sucesso desse disco. Eu não consigo ouvir Beatles por muito tempo, vai ver é porque eles influenciaram praticamente tudo que eu ouço e eu não ouvi na ordem cronológica, ou seja, quando fui ouvir Beatles parecia tudo clichê.

    ResponderExcluir
  16. Você é muito mal, cara.

    ResponderExcluir