Burlando e mostrando o dedo do meio para a indústria fonográfica

por - 11:09

filetram-soulseek-torrent


Pouco tempo depois do Hominis Canidae Alt ter caído, resolvi compartilhar alguns blogs que faziam um bom papel na disseminação de música gringa. Nesse post, dei dicas de como encontrar alguns álbuns também, mas de um tempo para cá, acabei notando que o Google está cagando no pau quando você vai buscar algum disco e que o CaptainCrawl foi pro saco. Após quebrar a cabeça por meses em como encontrar aquele disco, acabei criando alternativas para os métodos já alternativos e se tudo continuar caminhando da maneira que está, vai ter que ser assim. Resolvi dessa vez, listar 3 métodos que continuam funcionando e um deles é bem ninja. Saca só


Filetram: esse site é tipo um google dos arquivos. Você entra lá, digita o nome do disco e ele te dá inúmeras possibilidades de download, com direito de escolha a servidor e a descrição das paradas. Por exemplo, se um cara colocou um CD do Pink Floyd como PF - DSOFM (Pink Floyd - Dark Side Of The Moon), ele te fala que é esse álbum aí mesmo. Ultimamente, tenho usado isso mais do que imaginei.


Torrent: apesar de vários países estarem começando a bloquear o PirateBay, existe um site fodão, chamado Torrentz. Nele, você busca em vários sites ao mesmo tempo e tem direito a uma lista de trackers para adicionar no seu programa e pegar numa velocidade melhor que só puxando de um site específico. Por enquanto, tem se saído uma mão na roda (sem conotações sexuais, ok?).


Soulseek: sim, um programa P2P. A situação tá um pouco complicada mesmo. Entretanto, vejam só, esse programinha aqui tem uma rede cheia de discos raros e fodões, além de uma vantagem em relação aos outros (pelo menos na época em que eu usava): a pessoa pode ver a qualidade (kbps) da música que está baixando. A galera lá costuma ser bem receptiva e quer disseminar os sons. A única vez que tive problema, foi quando tentei pegar um álbum de um cara da Romênia e fui chamado de MACACO por ser brasileiro. Aí eu mandei o cara tomar no cu, disse que o pessoal no país dele não é bom nem no Winning Eleven e ele ficou todo puto.


Enquanto as grandes corporações não entenderem que a internet AJUDA esse pessoal a faturar (vide Os Vingadores recentemente), precisaremos ficar correndo de site em site, buscando um modo para burlar algumas coisas babacas que estão sendo estabelecidas. Eu nunca entendi o mal do download e acho que continuarei assim. E por favor, teoricamente, sou um artista. Gravei um projeto musical com o Welker (que escreve aqui) e compartilhamos a parada. Foda-se. Os tempos mudaram, o mundo mudou. Apenas fecho isso aqui parafraseando a grande banda nacional, La Carne: "Mundo mudou é condição se adaptar / A produção Competição Seu ganha-pão".

Você também pode gostar

3 comentários

  1. Existe tbm o Filetube, que funciona igual ao filetram. E muitos blogs tbm tiraram seus endereços das buscas do Google para ficarem mais dificeis de serem encontrados. Eu mesmo tenho um blog para download de discos:
    http://nirso.blogspot.com
    Varios links foram apagados dos servidores, mas o blog continua no ar.

    Abraço

    Nirso!

    ResponderExcluir
  2. Uma outra boa dica é o Filestube, encontro quase tudo que busco ali.

    ResponderExcluir
  3. Uma coisa bacana do Filetram, é que se você souber algum blog que disponibilize links de download que porventura não aparecem na busca deles, tem como você "pedir" pra indexarem o conteúdo através do endereço do blog. Segundo o próprio site, esse processo demora cerca de 24 horas. Fiz isso com o blog que participo (http://www.munccrew.com) e funcionou!

    ResponderExcluir