"E a copa no Brasil? Ainda não chegou, quer deixar recado?"

por - 14:14

cronica copa do mundo


Já tem tempo que não vejo mais aquele desespero todo em cima da copa de 2014. Parece até que todo mundo se esqueceu de vestir a camisa do brasileiro que adora cobrar dos políticos e está vestindo a camisa do brasileiro que não dá a mínima novamente. Isso porque o governador de São Paulo vetou um projeto de lei que visava a publicação dos valores gastos com a copa até agora. Opa, acho que ele é adepto da filosofia “parem de contar o dinheiro dos outros”, só esquecendo que o dinheiro não é bem dele, mas tudo bem, a gente perdoa, né? Acho que sim.


Agora que as olimpíadas acabaram e o Brasil fez igual aquela criança que nunca andou na montanha russa e na hora que vai andar, ela quebra, acho que a copa vai voltar ao foco. Comentando brevemente a atuação de nossos amados atletas, não posso dizer que achei vergonhoso e nem dizer que adorei todas as atuações porque seria injusto da minha parte cobrar desempenho de atletas que eu nem ao menos conheço ou que disputam modalidades que eu nem imaginava que existiam. Mais força a vocês, atletas brasileiros. Só não me venham falar que eu devia criar cavalos em casa pra podermos ganhar medalha.


Para todos que faziam as piadas mais sem graça sobre o Brasil não ter capacidade de sediar uma copa do mundo, aparentemente vocês estão certos, mas isso não muda o fato de que a copa acontecerá aqui de qualquer maneira. A copa da África do Sul aconteceu. E não estou dizendo que eles eram menos preparados, mas estou dizendo que eles estavam tão preparados quanto nós estamos hoje. Os comentários da falta de transporte público, aeroportos estranhos, comida cara, ingressos abusivos e falta de segurança foram recorrentes, mas isso não parou o evento.


Provavelmente veremos muito disso por aqui, mas isso também não vai parar o futebol, graças ao bom Deus. E foda-se o resto, não? Copa do mundo é futebol, não um passeio na Disneylândia. Mostrar uma cidade bonita e serviços operantes ao resto do mundo nada mais é do que uma tentativa de mostrar o que não somos, mas deveríamos ser. Na boa, eu prefiro nunca ter amado a amar e perder. Se o brasileiro é sincero como diz que é, vamos recebê-los com nossos chinelos de dedo e novamente, foda-se. Posso estar soando retrógrado ou só idiota, mas acho que não dá pra criar um novo país em cima de outro. E se der, desculpe por ter duvidado.


E até lá, a seleção de prata já pode se proteger contra lobisomens. Maravilha, né? Adoraria terminar a narrativa exaltando o bom futebol brasileiro dizendo “... e que venha a Alemanha!”, mas não vai rolar. Não gosto de ver a seleção jogando, mas vou gostar muito de assistir aos jogos da copa. E vou gostar mais ainda de poder vender água a cinco dólares a garrafa e de cobrar um dólar para os gringos tirarem uma foto com um brasileiro nativo sem osso no cabelo, tanga de Tarzan e lança de madeira. Tudo pelo entretenimento pago, porém, honesto. E bola pra frente, sem Galvão Bueno pelo amor de Deus.  Acho que a solução para a seleção brasileira é botarem o Aloísio Chulapa pra jogar. Esse cara é muito fera.


Você também pode gostar

1 comentários

  1. Segundos nossos sapientíssimos políticos, a Copa é justamente o evento perfeito pra mostrar ao mundo todo que podemos ser a vadia de verão que podemos e devemos ser. É a razão do evento, eles alegaram. Então, quando os gringos vierem, vistam seus biquínis mais coloridos e apertados, e dancem, vadias, dancem! Mostram todo o seu potencial.

    E se é verdade que a mídia não está mostrando nos últimos meses os problemas com a Copa, é fácil imaginar alguns motivos plausíveis. Um deles é que nossos políticos não querem deixar muito evidente ao povo, essa besta imensa de memória curta, o contraste entre os investimentos feitos na educação, levantados pelos grevistas, e os investimentos feitos, como posso dizer, num monte de homens correndo atrás de um pedaço de couro esférico. E a grande mídia, como a boa vadia que é, acata as decisões do seu cafetão, ou nesse caso, da Dilma, nossa grande cafetina.

    ResponderExcluir