A 9ª edição da MIMO no Nordeste está chegando! Programe-se...

por - 15:03


Não sei o que esta acontecendo no Recife e Olinda, a MIMO, Mostra Internacional de Música em Olinda, desse ano está prestes a começar e vejo pouca movimentação na cidade sobre tal evento. Não entendo se é porque esse ano a programação de shows está menor ou se são nomes menos populares que outros anos. Menos populares não por falta de qualidade, apenas pelo fato de não serem músicos que realizam sons de fácil acesso a grande mídia, ou que sejam temas de novela. Apenas por esse motivo, a MIMO já estaria de parabéns por existir. Fora isso, é um dos festivais mais legais que acontece pelo Nordeste, além de serem totalmente gratuitos, os shows são realizados em espaços pouco usuais aos festivais da região. É o melhor momento do ano para frequentar a cidade alta de Olinda, entrar em igrejas e espaços que normalmente não frequento. Fora isso, ocorrem concertos nas cidades de Recife e João Pessoa, sempre em ótimos locais e gratuitos.


Esse ano o festival parece mais dedicado a parte de cinema, onde rolam diversos longas nacionais falando ou sobre artistas da nossa música no largo da igreja da Sé. Todo dia passa um longe diferente por lá, sempre no mesmo horário das 19h, mesmo que os documentários sejam ótimos, tenho algum problema em conseguir dedicar minha atenção aos filmes, em meio ao falatório do público e o movimento nas ladeiras do centro histórico de Olinda. Mas diversos registros de alta qualidade irão passar pela telona da sé a partir do dia 5 de Setembro. Fora isso, todos os dias as 18h no Seminário de Olinda, vários curtas com a temática musical também serão apresentados ao público. Segue então um roteiro do que você não deve perder na nona edição do MIMO Festival ou que vamos tentar conferir ao máximo, com links para conhecer os artistas.



05 de Setembro (quarta-feira): na abertura da Mostra deste ano, acontecerá a exibição do filme Futuro do Pretérito: Tropicalismo Now!, as 19h no largo da Igreja da Sé, em Olinda. Esse é mais um filme que fala de um período musical relevante na história do Brasil e conta com trilha sonora do André Abujamra, que por sinal, poderia ser uma atração da MIMO em algum ano desses. As 20:30, também na Igreja da Sé, acontece um concerto com o musicista camaronês Richard Bona e o guitarrista frances Sylvain Luc, com participação do percussionista Marcos Suzano. Um daqueles encontros de titãs que transitam pela World Music e Jazz e acabam fazendo a tal música livre, achamos um vídeo deles tocando juntos em um festival de Jazz na França em 2011 (junto com o baterista André Ceccarelli, por sinal, tem esse show praticamente todo no youtube).



06 de Setembro (Quinta-feira): é quando realmente começa a maratona de shows, curtas, longas, várias igrejas de Olinda, sobe e desce das ladeiras. As 16h na igreja da Misericórdia tem um concerto da Orquestra Experimental de Câmara, com regência do maestro Israel de França. As 19h no Seminário de Olinda, acontece show do grupo carioca Paraphernalia, com participação de Marcos Valle. A banda carioca faz um som com uma mistura de ritmos latinos e brasileiros de altíssima qualidade, com várias versões de clássicos do rock mundial, um dos prováveis momentos mais legais da mostra 2012. Também as 19h no largo da Igreja da Sé, passa o filme Marcelo Yuka no Caminho das Setas, mostrando a trajetória da vida do músico, conhecido por ter sido baterista do grupo carioca Rappa. Fechando a noite para quem estiver em Olinda, as 20:30 na Igreja da Sé, tem um concerto com o percussionista paulistano Cyro Baptista. Neste mesmo dia, as 20h no Teatro Santa Roza em João Pessoa, acontece um show do trio que abriu a MIMO 2012 em Olinda (Richard Bona & Sylvian Luc, também com participação de Marcos Suzano).



07 de Setembro (Sexta-feira): dia de feriado na e inicio do final de semana, se o tempo estiver bom aconselho que passe o dia inteiro na rua conferindo a boa música oferecida tanto ao vivo quando nos documentários, é o melhor dia da Mimo 2012. As 16h na Igreja da Misericórdia, tem concerto de Duo Milewski, formado pelo violinista polonês Jerzy Milewski e pela pianista brasileira Aleida Schweitzer. As 18h no Mosteiro de São bento tem uma apresentação do grupo de vocais Calíope, mas cai por terra tentar ver eles se você pensar que as 18:30, no Teatro de Santa Isabel, o cantor e compositor Arnaldo Baptista faz seu show solo do Sarau de Benedito. Provavelmente vai ser um dos grandes momentos do ano musical na cidade do Recife, principalmente para quem for fã do eterno mutante e conseguir senha pra entrar no teatro. As 19h no largo da igreja da Sé, acontece a exibição do documentário Siba - Nos Balés da Tormenta, que fala sobre a trajetória e o processo de produção do disco solo do cantor pernambucano. No mesmo horário, o duo Projeto CCOMA faz um jazz instrumental de altíssimo nível no Seminário de Olinda. Pra fechar a noite, as 20:30 na Igreja da Sé, tem apresentação do Duo Assad, irmãos violonistas que destroem muito no som instrumental, perca não! Já em João Pessoa, as 20h na Basílica das Neves, acontece apresentação do quarteto internacional Borromeo.



08 de Setembro (Sábado): o quarteto Borromeu se apresenta as 18:30 na Basílica do Carmo, no Recife. As 19h no largo da Igreja da Sé, acontece a exibição do filme Brasil Somos Nós, que mostra um pouco mais do Brasil pra gringo ver. Também as 19h, no Seminário de Olinda, tem apresentação do duo português Maria João e Mário Laginha. As 20:30, na Igreja da Sé, tem show do pianista cubano Chucho Valdés (tem um show ai, se quiser uma aula), com participação de Egberto Gismonti. E as 22h, na praça do Carmo, tem show de lançamento do novo disco do grupo Orquestra Contemporânea de Olinda, com participação especial Arto Lindsay, que também produziu o disco.



09 de Setembro (Domingo): fechando a nona edição da MIMO, as 18h no Convento de São Francisco, tem concerto do duo Andrea Luisa Teixeira e Ivan Vilela. As 19h, no Seminário de Olinda, tem show do multi instrumentista Arismar do Espírito Santo. As 20:30, na praça do Carmo, pra finalizar a maratona, tem show especial do grupo baiano Letieres Leite e Orkestra Rumpilezz, com muita música de origem africana e boas vibrações. No final das contas, a bronca principal da MIMO é conseguir chegar cedo na Biblioteca Pública de Olinda para conseguir retirar as senhas e adentrar os shows que acontecem nos espaços fechados. Os eventos são gratuitos, mas existe um limite de espaço e pessoas que podem adentra-los. Cheguem cedo e boa sorte!

Você também pode gostar

0 comentários