Fotos do show d'O Quadro e o disco que esperamos que você já tenha ouvido

por - 14:08

Banda de Rap de Ilhéus (interior da Bahia), O Quadro lançou seu primeiro disco esse ano. Uma pedrada auto-intitulada que passeia, com a naturalidade de um MC de verdade na rua, por diversas vertentes da música negra. É rap, principalmente pela forma com a qual versam os três rimadores do grupo, mas sem problema nenhum de ter uma aproximação íntima com o rock, funk, afoxé e ragga. Tudo numa atmosfera que os coloca junto à boa safra de novos nomes da música baiana, não só pelo sotaque nas rimas, mas pela capacidade de inserir uma identidade local na musicalidade universal da banda.



Com uma capa de muito bom gosto (feita pela dupla Izolag e Ananda Nahu) e a produção impecável de Buguinha Dub, o cd contém onze músicas cheias de suingue e groove nos instrumentais, que fazem o terreno para os três rimadores do grupo mandarem seus versos carregados de crítica, cotidiano de rua, política e até ficção. Nas participações, o conterrâneo Dimak fortalece o ragga da faixa "Tá Amarrado", Guilherme Arantes faz sua primeira colaboração num rap em "Planeta Diário" e Lurdez da Luz tem um refrão que parece ter sido feito especialmente pra sua voz em "Seja Bem Vindo ao Meu Lar", sem dúvida uma das melhores do disco.


As experimentações às quais a banda se dedica no disco, a identidade baiana que conseguiram manter nas músicas e a produção de fino trato fazem do disco d'O Quadro um dos melhores lançamentos musicais de 2012. Na última sexta-feira, a banda fez sua primeira apresentação em Salvador após o disco chegar às ruas e sites. Aqui abaixo você confere as fotos do show, que aconteceu numa biblioteca pública da capital baiana.


[gallery]

 

 

Você também pode gostar

1 comentários

  1. Merecem todo o reconhecimento pelo excelente trabalho e bagagem musical muito bem aproveitada!

    ResponderExcluir