Entrevista com a banda carioca Plastic Fire que toca no Nordeste neste final de semana

por - 17:12


A Plastic Fire é uma banda carioca formada por amigos que curtem hardcore, este é o jeito mais simples e honesto de definir o grupo. Eles tem dois trabalhos lançados, o segundo "A última cidade livre" de 2010, colocou a banda no patamar de um dos nomes mais interessantes do estilo no Brasil. Nesta semana a banda retorna ao Nordeste, onde fará dois shows em Pernambuco e um em Natal, dentro do Festival DoSol. Em Pernambuco, um dos shows do grupo é com a Dead Fish no próximo sábado, no Mercado Eufrásio Barbosa em Olinda. Os ingressos podem ser adquiridos por R$20 na Loja Disco de Ouro (Consulado do Rock. Rua 7 de Setembro, 318, lojas 4 e 5, Boa Vista), mais informações no evento! Tanto para o Festival DoSol, quanto para o show com o Dead Fish no grande Recife, estão rolando promos por aqui e pelo facebook, então prestem atenção e compareçam a tais eventos e curtam o hardcore! Segue o papo rápido...


Em 2011 vocês arriscaram e vieram ao nordeste bancando as próprias passagens pra fazer 9 shows em janeiro, valeu a pena fazer a tour dessa maneira?


E se valeu! Foi um investimento a longo prazo. Aliás, me arrisco a dizer que a banda só se tornou BANDA depois desta tour!! Essas experiências, e ensinamentos que só estrada te proporciona são impagáveis, não se aprende no trabalho ou na faculdade, precisa estar ali, respirando literalmente cada segundo!  O legal é trazer isso tudo para a nossa vida mesmo, e sobre a tour, um perrengue aqui outro ali, mas fazendo um resumo geral rápido, os shows foram brutais, inesquecíveis. Não pensava que ao sair de Madureira, chegar em Maceió (Maceió brother, é longe pra caralho) e dar de cara com a galera cantando as músicas, se divertindo, arrepia só de lembrar!! Saldo mega-positivo (no bolso nem tanto haha)!


Esse ano a banda iria vir ao nordeste em junho, mas por problemas não pode vir. Agora conseguiu marcar 3 shows e da um jeito de passar nas terras calorosas. Conta como foi o acontecido e como foi marcar esses três shows.


Isso! Eram 4 ou 5 shows, mas na semana da tour, eu inventei de jogar futebol com uns amigos ali no Humaitá e acabei fudendo com o meu pé esquerdo. Gesso, muletas, repouso, o cancelamento foi inevitável! Confesso que fiquei bem triste com ocorrido, mas acontece! Ás vezes, penso que se essa segunda tour tivesse rolado normalmente, poderia ter acontecido algo de pior e por lá mesmo, sei lá, não era para ter rolado e ponto (sou meio cabreiro com essas porras).


Logo depois desse problema, coloquei na minha cabeça que tínhamos que voltar na região ainda esse ano, uma forma de nos redimir-mos pelo cancelamento de Julho e tudo mais, até que surgiu o convite para o Festival Do Sol (ta rolando promo de convites aqui) em meio a uma conversa com o Anderson Foca!  Pronto, o mês já estava decidido, porém por conta dos nossos empregos e obrigações diárias, seria impossível marcar uma tour mais extensa igual a primeira. Conseguimos fechar mais 2 show's além desse: Arcoverde e Olinda com o Dead Fish (Ta rolando promo de convites na fanpage do Hominis), ambos em Pernambuco. E é isso aí, foi o que rolou de marcar e estamos super-empolgados com esse retorno. Já lançamos outros materias depois de Janeiro (2011), o momento é outro, a saudade dos amigos são enormes, tenho certeza que será do caralho!


Ah, só para constar, na semana passada, fui naquele Wros Festival em SP e adivinha o que aconteceu no meio do show do A WilHelm Scream? Torci o pé direito!! A sorte é que só o peito do pé que está inchado. Nada de imobilização, lesão leve. Ainda bem né ? haha ! Se alguém tiver uma receita boa pra tirar essa uruca da minha pessoa, to aceitando sugestões.



Tanto show, tanta viagem, tantos gastos. Da pra viver de uma banda de hardcore hoje em dia no Brasil?


Impossível né? Até porque, esse não é o nosso objetivo, nunca foi! Os shows e viagens são consequências do trabalho duro, que não vem de hoje. Vamos completar  8 anos nesse início de 2013, ta certo que hoje em dia, os gastos com a banda diminuíram bem relativamente, mas não da para tirar nada não, o que entra é para cobrir a viagem e só. Temos que fabricar o merchan, ensaiar, gravar os nossos cds, enfim, do bolso sempre acabando saindo mesmo, não tudo, mas uma parte. E aí que o bicho pega né? Apesar de ninguém ser casado ou ter filhos, o Marcelo por exemplo, mora sozinho e precisa pagar as contas dele, e tem mês que a parada aperta, e temos que deixar de fazer alguma coisa, mas é assim que funciona, um ajudando e entendendo outro, e vamo nessa até quando o nosso saco aguentar!


Agora em dezembro vai sair um single, fala sobre o disco novo, ele ja existe ou tem alguma previsão?


Esse single é um projeto em conjunto com o studio HR (tijuca), local aonde nós ensaiamos no momento. Todo o processo de pré-produção e composição do disco novo está (e foi)  sendo feito por lá. Vai ser legal escutar a banda em outro studio, sendo gravada por uma outra pessoa. A gravação é dia 24 de Novembro e acredito que até no máximo a segunda ou terceira semana de Dezembro, 'Vida Real' esteja disponível para audição e download. Sobre o cd, ele existe sim, temos cerca de 13 músicas novas prontas! A ideia é fecharmos mais umas 3 ou 4, e lançarmos esse FULL no primeiro semestre de 2013. Repetiremos todo o processo de "Á Última Cidade Livre'', ou seja, gravação/mixagem/masterização e a produção ficará por conta do nosso grande amigo Gabriel Tesouro Zander vulgo Bil. Sem mistérios mesmo, não tem porque mudar no TIME que está jogando certo, né? Acredito que no final de dezembro início de Janeiro, as gravações já comecem.


Volta e meia, alguém pergunta como virá esta novo trabalho e tudo mais. Parecido com o último é impossível, o momento é completamente diferente, passamos por muita coisa até hoje, foram 2 anos intensos com vários shows pelo Brasil inteiro, erramos muito, acertamos,  e tudo isso influência diretamente nas composições, por exemplo. O que eu posso garantir é que a fase atual é a melhor possível, e iremos registrar isso tudo com toda a calma do mundo. Mas é aquilo, o que sair saiu, o importante mesmo é que a gente se sinta bem com o que está sendo feito, se vai agradar uma, 2, 300 pessoas ou ninguém, não importa.



Quais são os planos pra ano que vem?


Fechar a tour da Argentina, lançar o disco novo, o DVD de repente, e tocar em tudo que é canto.


Valeu galera, pode agradecer e mandar um beijo da xuxa pra quem quiser agora, e dizer o que a galera do nordeste pode esperar para esse final de  semana.


Obrigado pelo espaço, acompanho sempre o site de vocês, muito bom, parabéns!  Galera do NORDESTE, costumam dizer que a segunda vez é melhor ainda. E aí, vamos reafirmar isto daí? Esperamos por vocês neste próximo final de semana em Arcoverde, Olinda e Natal!! Estamos contando as horas.


Abraços a todos



Você também pode gostar

0 comentários