12 clipes nacionais que vocês deveriam ter curtido no ano de 2012

por - 15:08

clipes

Tava aqui pensando em como as coisas são interessantes, no momento em que a MTV se colocou como uma emissora obsoleta, falando em colocar menos música em sua programação, foi quando aumentou a quantidade de clipes nacionais. Inclusive, não apenas aumentou em quantidade, mas em qualidade. A internet acabou sendo uma saída para divulgar tal tipo de material e nós tentamos fazer isso ao longo do ano. Sendo em posts por aqui falando de diversos clipes, de algum especifico, ou simplesmente usando o clipe para ilustrar alguma postagem sobre as bandas. Mais recentemente, temos usado o TUMBLR para liberar clipes e vídeos nacionais durante a hora do almoço. Já que fui convidado pra participar de algumas listas de melhores do ano que pediam clipes, resolvi juntar aqui 12 vídeos que achei legal e vocês deveriam ter assistido nesse ano de 2012. Acho que a lista ficou bem bacana e variada, tem coisa do rap, do eletrônico, do rock, da MPB e até do instrumental. São clipes com boas produções ou ideias, não necessariamente caros, mas que saltaram aos olhos e chamaram nossa atenção ao longo do ano.


Como o single lançado em forma de clipe/joguinho da banda curitibana Gentileza para a música “Quem me dera”, você precisa passar pelo joguinho para ter a música e ver o video, que é praticamente um curta metragem. Um registro bem hypado nesse ano foi o do projeto rock/ eletrônico de campina grande Grandphone Vancouver, que conseguiu reunir diversas referências da música pop num vídeo feito em apenas um take para "Miss Me", que ficou bem bacana. Outro single foda que saiu esse ano, com direito a um clipe mega produzido foi do Racionais MCs, a canção “Mil Faces de Um Homem Leal” falando de Marighela saiu num registro audiovisual fudido. O grupo gravou algumas cenas numa ocupação, toda aquela vibe já característica do coletivo. O cantor e compositor Lucas Santtana incorporou bem o clima da canção “Para onde irá essa noite?”, que esta no disco dele desse ano. Além da atuação do Lucas, o vídeo tem uma fotografia belíssima, cenas em preto e branco alternando com um passeio de carro com o cantor, música e clipe se complementam muito bem.






O rapper Rodrigo Ogi foi outro que lançou disco em 2011 e aproveitou 2012 para liberar registros visuais com faixas desse trabalho. A faixa “Profissão Perigo” foi bem ilustrada com uma câmera acompanhando um motoboy pela cidade de São Paulo, pense na doidera. A banda potiguar Calistoga fez um registro massa da cidade de Natal a noite para ilustrar o novo single “Lost and Found” lançado nesse ano, praticar cooper em Natal durante a noite deve ser divertido. A banda instrumental Sobre a Máquina fez um vídeo peculiar e intimista sobre o dia a dia de certa região de Porto Alegre para ilustrar “OITO” a primeira faixa que saiu do disco recém-lançado deles. O paulistano Gui Amabis lançou um belo disco em 2012, uma das faixas “Pena mais que perfeita” ganhou um belo clipe com interpretação incrível do ator Daniel Oliveira numa locação massa e figurino foda.






A banda carioca doo doo doo aproveitou o halloween e lançou um vídeo para a canção “Carnaval de Fogo”, onde zumbis invadiram o Rio de Janeiro. A produção do clipe é bacana e foi um dos mais divertidos que vimos nesse ano. A cantora Bárbara Eugênia aproveitou a bela canção "Dos Pés", feita por ela e Tatá Aeroplano, que saiu no disco da cantora de 2010. Utilizaram muito bem o preto e branco, com ótima fotografia em meio a boas cenas e que passam bem a sensação da música. De Curitiba, a banda de rock instrumental This Lonelly Crowd lançou recentemente o álbum Pervade e já emendou com um vídeo doideira para a música “The Fugue”. O registro é simples, cheio de efeitos num globo e conta com participação de Cadu Tenório (do Sobre a Máquina). Por último, mas não menos importante. O Don L foi um dos destaques do ano no rap para nós, no clipe de "Sangue é Champanhe", o melhor de tudo, seu zé bronha, não é a nudez e sim a perfeita união entre a música de Don com as imagens da Autumn e a edição da Erica Gonsales.





Você também pode gostar

3 comentários

  1. "Oito" parece se passar em Porto Alegre, não no Rio de Janeiro...

    ResponderExcluir
  2. É Porto Alegre mesmo, a gente tinha mudado mas o wordpress deu um pau fenomenal aqui. De qualquer maneira, obrigado.

    ResponderExcluir