Os 100 melhores discos nacionais de todos os tempos, segundo o grupo Sinewave

por - 15:07

Os 100 Os Melhores Discos de Todos Os Tempos - Sinewave

Tempos atrás, o pessoal do grupo de Facebook da Sinewave resolveu aloprar e criar uma lista com os 100 melhores discos de todos os tempos. Seguindo um modelo de votação, com pontuação por ordem, e sendo organizado por Elson Barbosa (do selo Sinewave) e Fernando Lopes (Floga-se). Vários integrantes do grupo mandaram suas listas, porém nós ficamos de fora, mas o resultado você pode conferir aqui. Depois disso, utilizando o tal ócio criativo e aguçado por sua curiosidade, o Fernando Lopes resolveu perguntar quais seriam os 100 discos de uma lista nacional e dessa aí nós resolvemos participar, e ela finalmente saiu.


Entre todos os integrantes do grupo da Sinewave, 59 resolveram participar e votaram em seus discos nacionais favoritos de todos os tempos, num total de 513 registros. As bandas com mais discos foram Legião Urbana e Mutantes. No quesito data, rolaram trabalhos dos anos de 1954 até 2012.


Lista é aquela coisa complicada e pessoal. Citando as palavras do Elson Barbosa, que foram repassadas a mim pelo Fernando Lopes ontem, “a melhor lista vai ser sempre a minha”, e é mais ou menos por ai. Dos 20 discos que votei, 13 apareceram na lista. Alguns mais atrás e outros entre os 30 melhores de todos os tempos. Quem sabe um dia eu poste minha seleção aqui com os álbuns para download (mas você pode ver tudo completo, incluindo a pontuação dos discos aqui).




Vendo a o resultado final, vi que me esqueci de votar em algumas peças essenciais. O grande barato dessas listas são esses resgates em nossas memórias, além de trazer novos sons para os curiosos em procurar na Websfera os nomes que apareceram. A lista com os 30 primeiros colocados vem com resenhas de integrantes da comunidade do Sinewave, e tenho que dizer que achei bem tranquila. Diversos medalhões da música nacional e discos realmente relevantes estão presentes entre os melhores. Tranquila porque, pelo Sinewave ser um selo de música experimental, esperava mais coisas estranhas entre os tops, mas foi tudo bem dentro do esperado. Talvez os mais “diferentes de uma lista normal” sejam as bandas Bacamarte e Second Come.


Senti falta de alguns nomes, achei legal outros apareceram, mas o mais bacana disso tudo é tentar divulgar cada vez mais a música nacional, resgatando alguns velhos nomes desconhecidos ou classudos, mas que você por acaso não ouvia tem algum tempo.  O simples ato de reavaliar a música nacional e deixar claro quão rica ela é e continua sendo. Então, celebremos. Curtiram a lista? Sentiram falta de algum nome? Os comentários estão abertos.

Você também pode gostar

3 comentários