Os cinco melhores discos nacionais de 2012 e um gringo por Diego Albuquerque

por - 15:09

melhores_2012_diegoFim de ano é aquele lance, diversas listas aparecendo por ai, cada um querendo dar sua opinião sobre o ano que está acabando, inclusive tentando te convencer do porque daquelas escolhas. Acho isso uma besteira, pois cada cabeça é única e espero que você tenha suas opiniões formadas e não precise das nossas pra nada. Porém, o que seria do final do ano sem listas?! Então, seguem alguns discos nacionais (em ordem alfabética e não de qualidade ou gosto) que você deveria ter escutado com uma atenção especial ao longo deste ano cabalístico em minha modesta opinião.


Lembrando que aqui tentamos não repetir discos em nossas listas, dando espaço para o aparecimento de um número maior de trabalho lançados ao longo do ano, deixando a listagem mais ampla e porque não, mais divertida. Como só poderiam ser 5 escolhas, alguns discos mereciam uma menção como os de estréia do Mnemosine 5, Deus Nuvem, além do disco do Tratak, que todos deveriam ter dado uma atenção especial ao longo do ano. Segue minha lista...


D Mingus - Canções do Quarto de trás


capa

D Mingus é um artista pernambucano que faz música desde a década de 90, no começo do século ele e outros comparsas fizeram parte de uma das melhores bandas instrumentais da região, a Monodecks. Com a pausa na banda, ele resolveu se dedicar a carreira solo, onde também canta e explora outras influências. Uma delas é o FOLK e foi essa verve que ele expôs no último trabalho “Canções do Quarto de trás”, lançado em janeiro de 2012. O disco foi todo gravado no quartinho citado no titulo, que fica no apartamento do músico, utilizando um violão folk que pegou emprestado, deu vida a 11 belas canções, com algumas participações especiais de amigos da cena recifense (ele explica todo o processo em entrevista a revista Mi Independente número 1).  Com este disco, Domingos Sávio criou uma pepita nacional para quem curte tal estilo e uma pitada de psicoldelia.


 Baixe o disco aqui!


 Gui Amabis - Trabalhos Carnívoros


Trabalhos_Carnivoros_CapaEsse talvez seja o disco mais escolha pessoal de todos desta lista, pois no geral ele é bem simples. Mesmo Gui Amabis contando com participações de Dengue (Nação Zumbi), Regis Damasceno e Dustan Gallas (ambos da Cidadão Instigado) e outros músicos de enorme gabarito no Brasil como banda de apoio. Algumas das melhores e mais viajadas letras que ouvi nesse ano estão nesse disco, finalmente o Amabis se entregou por inteiro como artista e suas letras ficam bem mais reais quando cantadas por ele mesmo, já que no belo disco anterior estiveram diversos amigos do músico participando e cantando suas letras, Gui é um dos artistas atuais que mais tenho curiosidade de ver ao vivo.


Baixe o disco aqui!


MarginalS – segundo disco


CD.MarginalS.CAPA


Se o fator novidade não foi um dos trunfos deste novo trabalho do trio MarginalS, formado pelos músicos Thiago França (saxofone, flauta), Marcelo Cabral (baixo) e Tony Gordin (bateria). A qualidade musical continua num nível altíssimo, com um improviso absurdamente bem feito e que deixa claro que não se trata apenas de experimentações, mas que já demonstram inclusive certa identidade impressa no trabalho resultante da união desses três competentes artistas (tal qual você pode perceber nessa capa fodástica). Alguns novos elementos podem ser percebidos neste novo material, como parafernálias eletrônicas, mas o jazz continua sendo o norte principal da brincadeira, discaço!


Baixe o disco aqui!


Sambanzo - Etiópia


capa


Sambanzo é o novo projeto do músico e saxofonista Thiago França, já disse isso no ano passado e reafirmo esse ano, é a mente musical mais criativa do Brasil atualmente. Se não bastasse, o projeto ainda conta com participação de Kiko Dinucci (tocando guitarra) na banda e foi produzido em parceria com Rodrigo Campos (parceiro de ambos no Passo Torto). Se a palavra sambanzo seria a mistura do ritmo “samba” com o termo de origem africana “banzo”, o som passa longe de demonstrar o sentimento de tristeza advinda da saudade da terra natal. O primeiro disco da banda chamado “Etiópia” traz uma mistura de música instrumental, afrobeat, com free-jazz, música latina e brasileira que resultaram em sete faixas que fazem com que esse projeto já seja um dos meus preferidos no país.


Baixe o disco aqui!


Siba - Avante


SibaNós vazamos esse disco no Hominis Canidae no primeiro dia do ano, porque sabíamos que se tratava de um belo registro e que iria durar até o final do ano. E é bem isso que está acontecendo, Siba Veloso foi um dos destaques da música brasileira neste ano, fez diversos shows, participou de festivais, a parceria do cantor com a guitarra e a produção de Fernando Catatau fez com que diversas canções do disco entrassem nas cabeças de todos, exemplos são vários: Qasida, Ariana, Preparando o Salto, etc. Algumas das canções nem são novas, mas ganharam nova roupagem e uma nova vida, tal qual a carreira do cantor, que tem mais de 20 anos, mas “Avante” faz Siba parecer um menino em estado de graça no palco e um grande poeta contemporâneo brasileiro no disco.


Baixe o disco aqui!


E uma sugestão gringa...


Gifts From Enola - A Healthy Fear


Gifts From Enola - A Healthy Fear


Som internacional nunca foi o meu forte, menos ainda depois que começamos o Hominis Canidae, acabei escutando bandas gringas antigas a maior parte do tempo, e os novos discos dos medalhões. Resolvi então falar de uma banda americana que conheci ano passado, mas que resolvi dar um pouco mais de atenção nesse ano. Gifts From Enola é um projeto foda da cidade de Harrisonburg, localizada no estado da Virginia, nos Estados Unidos. A banda é formada por quatro integrantes e passeia pelo tal do space rock, com influências bem diretas do new e pós-metal com a instrumentação de riffs estilosos do tal math Rock (e post-rock, porque não?). Neste último disco da banda, o instrumental é o que mais me chama atenção, as guitarras e a bateria estão incríveis, mas não dá pra deixar de destacar um pouco os vocais muito bem neste registro em quase todas as faixas. Ouça bem alto...


Ouça o disco aqui!

Você também pode gostar

1 comentários

  1. Comecei pelo fim e já me surpreendi com o Gifts From Enola. Sensacional!

    ResponderExcluir