Ouça, baixe e compartilhe a coleta Cena Independente #12 - Especial Melhores do Ano

por - 12:05

CenaIndependente 2012 - 2 Yuri Leonardo

O projeto Cena Independente é uma coletânea mensal, inspirada no Music Alliance Pact, que busca apresentar aquilo que há de mais novo e relevante na música nacional através da curadoria de blogs especializados, cada um responsável por um estado brasileiro.  A mixtape é organizada pelo FUGA Underground e publicada sempre no último dia de cada mês pelos blogs parceiros. O projeto teve inicio no Brasil este ano de 2012, totalizando 11 mixtapes disponibilizadas uma em cada mês. Nesta edição de dezembro, a coletânea faz seu especial de fim de ano trazendo uma seleção, feita através de votação interna, com o melhor daquilo que passou pela coletânea ao longo do ano de cada estado presente no projeto, totalizando 17 faixas. O Yuri Leonardo assina a arte da capa desta edição número 12.


Atualmente o projeto conta com 16 blogs de todas as regiões do país, mas ainda há bastante espaço para novos parceiros, principalmente das regiões norte e sul. Caso seu estado não apareça na lista, não foi representado ao longo do primeiro ano do projeto, e você conhece algum site interessante para representar sua cultura no ano de 2013, basta passar este email para contato ou faze-lo você mesmo:mixtape.cenaindependente@gmail.com. Para ouvir a compilação especial em streaming ou fazer download, clique nos links abaixo.



 

BAIXE a CENA INDEPENDENTE #12


A mixtape desse mês é bem especial, pois não apresenta nenhum som novo dos estados que fazem parte do projeto, mas sim faz um resumo do que aconteceu nestas coletâneas ao longo desse primeiro ano de existência. Cada blog votou em uma faixa que cada um dos outros mandou ao longo do ano (não podia votar nas suas escolhas, nós, por exemplo, não podemos escolher entre as faixas do estado de Pernambuco). Isso não só fez com que todos escutassem um pouco mais o independente nacional em 2012, mas também aproximou os sites de cada região. É interessante perceber que no final, na maioria dos estados, a banda representante que entrou nos melhores do ano, realmente teve um ano de destaque.



A faixa pernambucana mais votada (numa disputa acirrada) e que acabou entrando nesta mix de melhores do ano foi “Stereo Bla”, uma música instrumental que fez parte do disco De Dentro Do Ser, lançado este ano pelo músico e designer Daniel Araújo e que apareceu na mixtape de abril. Mas quem abre essa coleta especial é a banda Cambriana, representando o estado de Goiás com seu indie rock muito bem feito. Do Espírito Santo, um dos hypes nacionais desde o ano passado, SILVA, com uma música que tem o nome desse ano. Do Mato Grosso, uma das favoritas da casa, um dos melhores shows que vi nesse ano, o Macaco Bong, com aquele rock instrumental de primeira linha.



Representando o Rio Grande do Norte, uma das bandas queridinhas da cena roqueira local, a Far From Alaska, que conseguiu a façanha de tocar no Festival Planeta Terra desse ano. Do Pará, nada de tecnobrega, e sim muito rock com a banda Molho Negro, que lançou seu primeiro álbum nesse ano. Representando Alagoas, um dos melhores registros instrumentais lançados no nordeste em 2012, uma faixa do Projeto Sonho. Das terras paranaenses, uma das bandas instrumentais mais importantes do Brasil foi escolhida, estou falando da ruído/mm, com uma faixa foda do último disco lançado em 2011.



Do meio norte, das terras quentes do Piauí, uma das bandas independentes mais populares do estado no cenário nacional, a Validuaté com uma bela declaração de amor. De Minas Gerais, uma das favoritas da casa, o indie/ ló-fi do Câmera, com a incrível “Tulsa”.  Já do Amapá, o rock chapado da divertida banda Godzilla. Do estado carioca, um dos principais nomes indies do Rio de Janeiro no ano, o projeto Mahmundi. Direto do Maranhão, nada de reggae, e sim o rock gringo da banda Megazines, que poderia tocar em qualquer rádio do mundo.



Representando o estado da Bahia, uma das cantoras mais legais que apareceram nesse ano, Nana e todo o seu expressionismo alemão num instrumental MPB jazzistico classudo. Do Ceará, todo o eletro rock totalmente dançante da banda O Jardim das Horas. De São Paulo, outra de nossas bandas favoritas, o rock instrumental chapante e com flertes de metal do Elma. E fechando, mas não menos importante, direto de Campina Grande, na Paraiba, o indie rock dançante do projeto Grandphone Vancouver, que fez um dos clipes mais legais que vimos em 2012.


Ano que vem tem mais Cena Independente e esperamos estar presente e participar mais uma vez.

Você também pode gostar

1 comentários