#TerçaGringa: "Man or Astroman?", a dúvida continua

por - 12:09

man or astroman


Espaço, a fronteira final. Estas são as viagens de uma banda de surf rock com temáticas sci-fi que mantém a alcunha de “Man or Astroman?”, originária das profundezas de Alburn, Alabama, no início dos anos 90 e que após um leve hiato, voltou a ativa com tudo. Seu estilo mistura diversas influências, dentre estas o surf rock de Dick Dale dos anos 60 e a new wave dos Sputniks dos anos 80, uma boa pitada de punk rock, samplers de filmes de ficção científica e o uso de instrumentos eletrônicos não muito convencionais, como teremins e bobinas de Tesla (que são aqueles globos de energia elétrica que você provavelmente estudou em física na escola).


Os membros originais da banda, Birdstuff (baterista), Star Crunch (guitarra solo) e Coco the Eletronic Monkey Wizard (baixista) e um guitarrista base convidado se reuniram com o intuito de fazer um som totalmente temático. Eles tocam com roupas de astronauta, incorporam elementos teatrais aos shows e uma tonelada de referências a qualquer coisa relacionada a ficção científica, sendo em samplers de áudio, imagens exibidas em projetores ou mesmo em suas músicas. Mesmo carregado de inspirações distintas, a banda faz um excelente trabalho em acrescentar às respectivas influências que carrega, não deixando a desejar em nenhum aspecto e mostrando como uma banda consegue ser versátil sem fazer o ouvido de ninguém sangrar.




[caption id="attachment_18682" align="aligncenter" width="560"]não dá vontade de surfar uma galáxia? não dá vontade de surfar uma galáxia?[/caption]

Infelizmente nada na vida é perfeito e Star Crunch acabou saindo da banda pra cuidar de seu selo e para gravar a trilha sonora de Jimmy Neutron, filme e série animada. Apropriado, não? Ele foi substituído por Dexter X, que fez e faz um ótimo trabalho nas guitarras. Apesar da substituição e dos grandes álbuns que lançou ao longo dos anos 90e começo dos anos 2000, a banda entrou em hiatos, o que não impediu que ela continuasse criando. Eles desenvolveram um “projeto de clonagem” chamado “Alpha Clones”, onde seus sósias tocavam suas músicas. O projeto deu tão certo que logo eles fizeram “Gamma Clones”, onde mulheres assumiam os instrumentos. Criatividade é um buraco negro do bem.


A banda segue firme e forte até hoje, apesar de não lançar nada novo desde 2001. Ainda assim, as turnês pelo mundo são o que eles afirmam ser o melhor do trabalho. Aliás, eles chegaram a tocar no Brasil mais de uma vez, sendo uma em 1997 e uma na última Virada Cultural em São Paulo. Só é uma pena eles terem tocado num festival tão mal organizado. Espero que voltem um dia. Deixarei para download o álbum que ouvi pela primeira vez (e um dos melhores), “Destroy All Astromen” que é somente excelente. Star Wars e Star Trek passarão a ser muito mais divertidos depois que você der uma sacada nesse som.



Tumblr

Você também pode gostar

0 comentários