#TerçaGringa: a delicadeza em Cœur de Pirate

por - 12:07

couer-de-pirate


Por incrível que pareça, não sou um punk de periferia. Gosto de coisas delicadas, bem tocadas e fofas, como Cœur de Pirate, projeto musical assinado pela canadense Béatrice Martin.


Cœur de Pirate é simples: um piano, a voz doce de Béatrice e um clima ótimo para ficar apenas pensando sobre qualquer merda, até se você será capaz de encontrar as fotos nuas que ela fez quando ainda era menor de idade, segundo Wikipedia.


Até o momento, são dois álbuns: um homônimo, de 2008 e Blonde, de 2011. O primeiro mantém uma linha piano e voz, com raras intervenções de outros instrumentos ou sons, entretanto, de modo algum isso faz soar um erro de Béatrice. Cœur de Pirate é um cartão de visitas muito bem elaborado e executado. Se você está sensível, não escute, pode ficar por aí chorando.


Coeur-de-Pirate-Blonde


Blonde acaba sendo uma evolução natural no percurso do projeto musical: mais instrumentos, uma produção maior e inevitavelmente um som menos simples e tocante, mas a magia continua ali, em algum lugar da voz de Beátrice.


Se você curte The Submarines, ou qualquer outra coisa que haja uma voz doce e feminina no projeto, para dar um toque de beleza, não hesitará em baixar os dois álbuns da cantora canadense.



Para fazer isso, é só valorizar o link no nosso Tumblr, clicando aí em baixo, em letras garrafais.



Tumblr



Você também pode gostar

0 comentários