Fui ao show do Churrus no CCCP

por - 14:06

IMG_1934-2


Eram mais ou menos oito e meia da noite quando consegui encontrar o endereço do CCCP (Cult Club Cine Pub, apesar da claríssima piada soviética) e descobri que a casa de shows era a sucessora de uma velha sala de cinema que sobreviveu ali, no meio da Savassi, por um bom tempo até.


A casa, além de fornecer uma quantidade insana de opções de drinks e pratos bacanas, foi o ponto escolhido para o lançamento do quarto EP do Churrus, banda formada atualmente por Túlio Panzera (guitarra e voz), Matheus Lopes (guitarra e voz), Luis Couto (guitarra, teclado e voz), Bruno Martinho (Baixo) e Paulo Filipe Souza (Bateria). Os acordes incrivelmente doces e a voz suave em "Everyday and Everytime" deram inicio ao show, acompanhados pelas cores convidativas de São João Del’rey expostas no vídeo de divulgação da mesma musica.


Os cinco rapazes fazem uma mistura intrigante de pop-alternativo, e viajam tranquilamente entre baladas (que com certeza ficarão na sua cabeça) e construções mais barulhentas e atrevidas que se equilibram de uma forma bastante agradável num set consideravelmente grande e bem executado, uma prova da experiência adquirida em muitos anos de banda e discos.


IMG_2107


Com cerca de vinte e duas canções, o set da Churrus acabou por lotar a pista do CCCP que se manteve ativa e completamente a par das musicas do novo EP, executado na integra, além das faixas mais antigas como "By Your Side e Stepping Quietly". A paternidade britpop que divide espaço com o indie, shoegaze e sinceramente, uma espécie de filho mutante dos Smiths com o Oasis consolidou a atenção do publico com o cover de "Box Full of Letters", do Wilco. Não é preciso dizer que o povo gostou.


O show contou também com participações especiais de antigos bateristas da banda e os pedidos incessantes de “Anne and Frank” entre os intervalos das musicas. “Toca Raul” que nada! Finalmente, depois de um bis de "Everyday and Everytime" o show se deu por terminado para a infelicidade do povão. Dei uma última olhada no telão acima da banda e a saudade da querida sala de cinema deu uma tranquilizada: estavam honrando o seu espaço. Fui-me embora satisfeito, e ganhei os ecos dos refrões de presente pelo resto da noite na minha cabeça. Atenção à galera de São João Del’Rey e boa sorte! A musica boa já está garantida.


Se quiserem vocês podem dar uma olhada no resto das fotografias da noite e ouvir a discografia inteira do Churrus.


Você também pode gostar

7 comentários

  1. Cara, eu estava lá e foi foda! só isso...

    ResponderExcluir
  2. Pedinte frustrado de Anne & Frank, presente. Ri demais com a lembrança, haha. No próximo show, rola.

    Essa é uma das minhas bandas preferidas no mundo. Belo post e parabéns pelo blog.

    P.S.: Acho que o link pras fotos da noite tá errado.

    ResponderExcluir
  3. Realmente, o link está errado e eu já pedi pra arrumarem. de qualquer forma, fica aqui caso vocês voltem, haha http://www.flickr.com/photos/j_carvalho/sets/7215...

    ResponderExcluir
  4. Valeu, João! Belas fotos.

    Esqueci de comentar sobre o momento que foi By Your Side no show. Sensacional. Sempre falo que se rola um clipe dessa música na madrugada, naqueles blocos de clássicos, depois ali de um Pavement da vida, ninguém estranha...

    ResponderExcluir
  5. Fala, rapá!
    Muito legal sua resenha sobre o show.
    Já vou lançar o link pro resto da moçada da banda ver.
    Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  6. Muito fera cara!! Legal estes meninos!
    Sônia Leão

    ResponderExcluir