#TerçaGringa: o muda que muda do João Coração

por - 11:06

João Coração


Existe um movimento de música folk em Portugal que é para fazer qualquer um entrar na noia (e da boa). Vocês devem lembrar que falamos aqui sobre o Coelho Radioactivo, demos uma pincelada nas aventuras do Cão da Morte e bem anteriormente, usamos essa mesma coluna para apresentar o B Fachada.


Não sei onde você mora, caro leitor, mas em São Paulo está um frio desgraçado. Está tudo fechado, um pessoal na rua de bombeta e moletom e apesar do rap ser o som – eu concordo -, tem gente que transa um sonzinho especial para esses dias mais gelados de sua cidade e é exatamente por isso que escolhi o João Coração hoje.


João Coração é um galã. Barbudão, pique um personagem de novela de época da Globo e faz parte do que uns críticos musicais chamam de “movimento Flor Caveira”, por causa da gravadora com esse nome e que possuí em seu catálogos inúmeros músicos na mesma onda do João Coração.


O som feito pelo João Coração é bem folclórico e é, a título de comparação, uma união bem executada das músicas mais festivais do B Fachada com o clima meio denso do Coelho Radioactivo, sem perder aquela pitada barbuda portuguesa. Pode parecer confuso, mas quando você clicar ali embaixo, entenderá perfeitamente.


Separei dois álbuns do João Coração para vocês, o primeiro, Muda que Muda, um clássico dentro dessa cena Flor Caveira e o outro, uma sessão de lado B lançada pelo artista. Espero que vocês gostem e transem essa brisa sofisticadíssima desse galã portuga.


Tumblr

Você também pode gostar

1 comentários

  1. É L-I-N-D-O o Joãozinho <3. Grande músico e um borracho de se lhe tirar o chapéu.

    ResponderExcluir