Um papo rápido com Nicolas Fromageau (Team Ghost)

por - 14:11

team_ghost_

A banda Team Ghost é uma das atrações internacionais da edição de 10 anos do festival pernambucano No Ar Coquetel Molotov. Segundo Ana Garcia, eles são uma das bandas que irá bombar a sexta feira (18/10), primeiro dia da sala Red Bull Music Academy Stage, onde acontece os shows gratuitos, que no mesmo dia conta com apresentações de Mauricio Fleury, Claudio N e Rafael Castro. O Team Ghost é uma banda francesa formada em 2004 por Nicolas Fromageau, uma das cabeças do M83. Eles já lançaram 2 EPS e um disco (Rituals, lançado nesse ano) e se apresentam no Brasil pela primeira vez.


Aproveitando a vinda do grupo para tocar na sexta no Festival Coquetel Molotov e também sábado (19/10) no Sesc Belenzinho, batemos um papo rápido com Nicolas, falando sobre influências, como a banda funciona ao vivo e as expectativas deles pela primeira vez em terras tupiniquins.


Na descrição da banda no Facebook diz que você queria reunir “as texturas atmosféricas dos sintetizadores de Tangerine Dream e Brian Eno, e o indie rock do Sonic Youth e My Blood Valentine”. Então, eu queria saber se você acha que já conseguiu atingir esse objetivo com o material lançado pelo grupo até o momento?


Nicolas: Bem, a música do Team Ghost é uma mistura de todas as bandas que amamos desde os tempos de adolescência, mas tentamos fazer o som soar o mais pessoal que for possível. Criar um som realmente novo é bem difícil nos dias atuais, por isso, tentamos fazer o nosso próprio material sem ser influenciado pelas bandas atuais, mesmo que estejamos inseridos no mesmo mundo deles.


O que mudou no som da banda após a entrada de Benoît de Villeneuve? Eu percebo uma diferença sonora entre os dois EPs e o disco.

Nicolas: Benoit é um músico bastante talentoso e inspirado. Ele tem um ótimo estúdio, e nós passamos grande parte do tempo nele, tentando encontrar as melhores maneiras de fazer nosso som. Ele é muito bom em fazer a nossa música soar mais moderna, além de ser um compositor muito bom também!

Os videos da banda são bem bacanas, queria saber se existe um esforço em produzir tal material ou as ideias vem dos diretores e vocês dão muita sorte?


Nicolas: Obrigado! Elas sempre vem dos diretores, mas normalmente nós falamos com eles antes que eles enviem os roteiros. Nós dizemos a ele o que nós vemos, os filmes que gostamos, coisas assim. Mas quando o tiroteio começa, não temos nenhuma influência nele até que esteja terminado. Estamos com bastante sorte, pois nós realmente gostamos dos nossos vídeos!



Como está a expectativa de vocês pelos shows no Brasil? O público pode esperar músicas dos EPs ou irão tocar apenas faixas do Rituals?


Nicolas: Primeiramente, estamos muito animados em tocar no Brasil, será nossa primeira vez na América do Sul! Tocaremos a maioria das músicas do disco Rituals, e algumas canções mais antigas dos nossos primeiros EPs. Confie em mim, será bem alto!


O Festival No Ar Coquetel Molotov tem tradição em apresentar sons oriundos da França, inclusive com grandes shows dentro do festival. Eu costumo dividi-los em duas categorias: vieram artistas mais experimentais em suas performances (ex: o rapper Spleen) e outros que falavam com a música (Ex: Berg Sans Nipple). Então, qual das categorias você acha que o Team Ghost se encaixa?


Nicolas: Bem, eu tenho que confessor que não conheço essas duas bandas, sendo assim, é difícil dizer. Mas eu não tenho certeza que nós tocamos música experimental. Quando tocamos ao vivo, as músicas soam bem parecidas as versões do estúdio, além de um pouco mais alta e mais áspera.


E pra fechar, um dos melhores shows que já vi na história do festival foi o da banda francesa Berg Sans Nipple (duo eletrônico/experimental), banda que eu não conhecia na época do evento. Então a pergunta seria: por que eu e o público devemos chegar mais cedo e ir na salinha conferir o show do Team Ghost?


Nicolas: Vocês tem que vir e nos ver com certeza! Nós daremos o nosso melhor para fazer um bom show. Como disse anteriormente, é a nossa primeira vez no Brasil e queremos que ela seja bem especial. Espero não desapontar vocês, mas eu tenho certeza que não desapontaremos! E talvez possamos compartilhar algumas caipirinhas após o show!


Agora que você leu a entrevista e irá chegar cedo para sacar o show dos franceses, aproveite também a chance de conferir na faixa as apresentações de Juvenil Silva, Hurtmold, Cícero e Rodrigo Amarante que acontecem no teatro da UFPE nesta sexta feira. Conseguimos um par de convites com a organização do festival e resolvemos sortear por aqui. Para concorrer, basta disseminar essa entrevista no Facebook, twitter ou nos dois (mas só vale concorrer uma vez) e comentar aqui neste post (preenchendo todos os dados certinhos) com o link de sua disseminação em uma das redes sociais e seu e-mail. No início da tarde da próxima quinta feira (17/10), sortearemos os convites pelo random.org. Boa sorte!

Você também pode gostar

9 comentários

  1. igor.oliveira.marques@gmail.com https://www.facebook.com/marquesigor/posts/615098...

    -

    Aliás, fiquei mais curioso pelo show da banda, após a entrevista!

    ResponderExcluir
  2. Massa! confesso que não sabia nada sobre a banda e agora estarei lá cedinho sim! :D

    minha disseminação aqui > https://www.facebook.com/kamila.schnneider/posts/...

    e-mail: msn_da_kamila@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. A banda Team Ghost é uma das atrações internacionais da edição de 10 anos do festival pernambucano No Ar Coquetel Molotov uma das bandas que irá bombar a sexta feira (18/10).

    ResponderExcluir
  4. Acabou a promoção!

    Eis os dois ganhadores de convites para a noite de sexta do Festival No Ar Coquetel Molotov 2013!

    Raony e Romero Maia, saquem seus emails ai!
    http://twitpic.com/dhq9fc

    ResponderExcluir