Sun City Girls: os aristocratas da impertinência

por - 11:07

Sun City Girls

Os Sun City Girls foram uma banda fundada no início dos anos 80 em Phoenix, Arizona, pelos irmãos de descendência libanesa Alan e Richard Bishop. Em pouco tempo encontraram seu baterista definitivo, Charles Gocher, e fizeram seu primeiro show juntos abrindo pro Black Flag.

Este era Charles Gocher:

http://www.youtube.com/watch?v=kMzq1qiLKDM
Ele descrevia tocar ao vivo como uma forma de trazer a tona o verdadeiro espírito de uma plateia: o masoquismo. A obra dos Sun City Girls, uma mistura de psicodelia, música asiática e do oriente médio, improvisação de todas as espécies (musicais ou não), teatro, performance e o mais puro foda-se, serviu direitinho pra exercitarem essa filosofia. Não por acaso já estrearam sob uma chuva de objetos arremessados neles por fãs enfurecidos do Black Flag, entre os quais estavam sanduíches que o guitarrista Richard pegava do chão e comia, impassível, antes do ponto em que o palco foi invadido por skinheads, que xingavam a banda nos microfones durante o próprio show. Num clima semelhante seguiram em 1984 numa tour norte-americana inteira abrindo pros colegas de selo Jodie Foster's Army, pra quem emprestaram o baixista Alan por algum tempo. A galera do hardcore ortodoxo possivelmente não engoliu muito bem um grupo que já começava seu primeiro disco assim:

http://www.youtube.com/watch?v=DeUsjxLXg5c
Quando se mudaram pra Seattle na primeira metade dos anos 90 diz a lenda que eles resolveram, como cartão de visitas pra cidade, anunciar o show "The Sun City Girls Play Live in Seattle". Quem apareceu, conta-se, encontrou um palco vazio e o disco Live in Seattle, de John Coltrane, tocando no som ambiente. E mais dez anos depois os Sun City Girls ainda não tinham mudado de ideia a respeito da sua relação com o público:

http://www.youtube.com/watch?v=2Fz8w2SNPog

Se for possível colocar a banda num mesmo balaio com outros artistas, dá pra dizer que eles são da linhagem do surrealismo e psicodelia underground norte-americano que vem de Captain Beefheart e Red Krayola, passando pelos Residents e a turma da Ralph Records, pelos contemporâneos dos anos 80 Caroliner e Thinking Fellers Union Local 282, resvalando no Mr Bungle e agregados californianos (mais explicitamente no trabalho dos Secret Chiefs 3 e desembocando hoje em dia até mesmo em bandas como Animal Collective e Gang Gang Dance. A coisa mais próxima de um sucesso comercial que tiveram enquanto duraram foi esse disco:

http://www.youtube.com/watch?v=x6CypaG5gqw
E mesmo assim, ao longo de suas quase três décadas, sempre indepentente, o trio chegou a lançar uns bons cinquenta outros registros entre LPs, compactos e cassetes, e até mesmo uma série de vídeos caseiros que dão uma boa idéia do universo surreal que o grupo construiu:

http://www.youtube.com/watch?v=9uunKgxNI_I
Em 2007 o baterista Charles Gocher faleceu, vítima de câncer, e os irmãos Bishop preferiram encerrar a banda. Ambos seguem intensamente ativos. Alan tem seu projeto solo sob o pseudônimo Alvarius B, recentemente formou o grupo The Invisible Hands com músicos do Cairo e, mais reconhecidamente, é como uma das cabeças do selo de world music (no bom sentido) Sublime Frequencies. Seu irmão tem uma carreira solo prolífica desde os anos 90 sob a alcunha de Sir Richard Bishop, com mais de dez discos lançados (entre eles um split com o Earth) e há poucos anos formou o trio de rock experimental Rangda. Ainda assim eles decidiram, em tributo a Gocher, criar o projeto The Brothers Unconnected, com o qual revisitam o repertório dos Sun City Girls, de preferência para públicos que nunca tenham tido a chance de ver a banda. O único porem é que eles só passam com esse show uma vez por cada país. Em 2008 foi a vez dos EUA e Canadá (mesmo morando por ali nunca repetiram a dose), em 2010 passaram pelo Líbano e em 2011 por vários países europeus. Em abril deste ano foi a vez do Egito e esta semana eles chegam no Brasil, tocando em Pouso Alegre (MG) na sexta (19/09) e de graça em São Paulo no sábado (20/9). Aproveita que depois nunca mais!

Pra conhecer melhor, talvez o disco mais completo do grupo:

http://www.youtube.com/watch?v=p2JpiBOVLN0

The Brothers Unconnected @ Pouso Alegre
Onde?
Disco Hype - BR 459, Km 101; Pouso Alegre - Minas Gerais
Quando? Sexta-feira, 19/09 às 22h
Quanto? R$ 20
Info? Noropolis

The Brothers Unconnected @ São Paulo
Onde?
Centro Cultural São Paulo - Rua Vergueiro, 1000 - Liberdade - São Paulo - SP (literalmente, do lado da estação Vergueiro do Metrô)
Quando? Sábado, 20 de setembro, às 19h.
Quanto? De graça.
Infos? Facebook

Texto por Bernardo Pacheco, guitarrista do Elma e do Buistra.

Você também pode gostar

0 comentários