365 Girls in a Band - Review 9

por - 10:54

kathleen hanna

Todo dia, o 365 Girls in a Band posta um álbum feito por mulheres no Instagram. Semanalmente, esse review reúne alguns dos projetos que apareceram por lá e inclui links e vídeos. Para saber mais sobre o projeto, você pode ler essa entrevista.

The Julie Ruin


O projeto é fã declarado da Kathleen Hanna em todas as suas versões: Bikini Kill, Le Tigre, o solo Julie Ruin e a banda The Julie Ruin. O atual emprendimento da cantora, compositora e ativista é uma desdobramento de um disco solo auto produzido por ela, um pouco antes de montar o trio Le Tigre. Com o fim do trio de punk eletrônico e em meio ao processo de enfrentamento da doença de Lyme, Hanna retomou o The Julie Ruin acompanhada de Kathi Wilcox, Kenny Melman, Carmine Covelli e Sarah Landeu.

Para saber mais: Site OficialSite da Kathleen HannaDocumentário The Punk Singer
Best Coast


O ensolarado projeto Best Coast vem de Los Angeles pelas mãos de Bethany Cosentino. A moça chegou a ser atriz mirim e se mudar para Nova York para estudar escrita criativa, mas a ausência de sol e a correria da cidade afetou sua personalidade. Bethany então embalou tudo e voltou para a casa da mãe, onde também voltou a compor e rapidamente organizou esse projeto junto ao produtor musical de sua banda anterior, Bobb Bruno. Além de ser uma ótima banda para escutar, os clipes da dupla valem os 3 minutos que você perde assistindo.

Para saber mais: Canal do Best Coast no YoutubeWikipédia
Mahmundi



Codinome de Marcela Vale, Mahmundi é multi-instrumentista e foi técnica de som no Circo Voador (lembrando: tem mulheres em muitos lugares da música). O conhecimento e a variedade de influências faz com que ela experimente bastante em suas composições, saindo de um perfil bem leve para músicas mais introspectivas com o amadurecimento da carreira. Produzida por Miranda em seu selo-parceria com a Skol, Stereomono, Mahmundi lança o primeiro álbum em maio.

Para saber mais: WikipédiaFacebook
Kimya Dawson


Mais conhecida pelo seu projeto The Moldy Peaches, Kimya Dawson começou a investir em sua carreira solo durante um hiato da banda, trabalhando e lançando suas próprias composições. Uma artista naturalmente colaborativa, Kimya tem parcerias com nomes como Regina Spector. Suas músicas estão presentes em trilhas de filmes cult e documentários, como Juno e Body of War, e ela gravou um disco infantil, entre outros projetos. A cantora e compositora também fez parte do projeto 30 songs/30 days em apoio ao Half the Sky: Turning Oppression into Opportunity for Women Worldwide, um projeto de midias multiplataforma que visa reduzir a desigualdade de gênero.

Para saber mais: Canal no Youtube, Tumblr
The Organ


Essa banda de punk canadense é o resultado do encontro de Katie Sketch com o rock alternativo. Estudante de música clássica desde os 3 anos, Katie foi convidada por um amigo de sua mãe a auxiliar na montagem de um estúdio e só então começou a ouvir outros tipos de música. Impactada pelo indie, montou uma banda com outras garotas, que ela mesma ensinou a tocar. A The Organ foi um sucesso relâmpago e acabou encerrando mais cedo sua turnê inglesa para anunciar seu fim.

Para saber mais: AllMusic

Você também pode gostar

0 comentários