365 Girls in a Band - Review #18

por - 11:00

[caption id="attachment_28196" align="aligncenter" width="695"]Free Kitten por Andrew Kesin[/caption]

Na última semana, esse vídeo do projeto Lean In (parte da campanha Lean In Together) me fez pensar muito na importância das meninas crescerem tendo exemplos profissionais femininos. É muito mais fácil atingir objetivos quando temos alguém para nos inspirar e em quem nos espelhar. Sem falar que ver mulheres em locais que "não são para meninas" é sempre uma ótima maneira de quebrar esses estereótipos babacas. Esse décimo oitavo review vem com cara de maioridade e traz cinco projetos femininos da música que me inspiram de várias maneiras diferentes.

Free Kitten

https://www.youtube.com/watch?v=BsDmhprjOHo

O projeto que reúne Kim Gordon e Julia Cafritz pode não ser o melhor das duas, mas é super instigante e invadiu com força o mundo extremamente masculino da música experimental e improvisada. Embora Gordon comente em seu livro (A Garota da Banda, em português pela Editora Rocco) que tem uma certa dificuldade de ouvir as gravações do projeto, o Free Kitten é, para mim, uma das maiores inspirações para ser uma mulher no meio musical. Além disso, Kim e Julia tem uma amizade muito sólida e isso também é muito inspirador. Se você gosta de um som fritante, essa dupla é um ótimo exemplo.

Para saber mais: Wikipédia, AllMusic

Bikini Kill

https://www.youtube.com/watch?v=bOCWma5vOiQ

Lado a lado com Kim Gordon, Kathleen Hanna é responsável pela frente do movimento Riot Grrrl, também chutando a porta de um grunge super masculino. Com vários projetos que eu amo e que me inspiram todo dia, o Bikini Kill é, sem dúvida o trabalho mais icônico de Hanna e também traz também a baixista Kathi Wilcox e a baterista Toby Vail. Para saber mais sobre Kathlenn Hana, o Bikini Kill, a cena de Olympia e outras coisas da cena musical dos anos 90 (principalmente), recomendo o filme The Punk Singer.

Para saber mais: Bandcamp, Site Oficial

Joan Jett

https://www.youtube.com/watch?v=F2u2oSft3GA

Um ícone indubitável do rock, Joan Jett esteve, desde a concepção, naquela que pode ser considerada a primeira girl band do mundo pop. Com um empresário sacana que queria fazer das Runaways um tipo de Spice Girls, formatada e sexy, a banda foi se deteriorando com o tempo e as pressões, mas a paixão pela música da guitarrista, cantora e compositora Joan Jett a levou muito adiante. Jett é produtora musical e se envolve com vários projetos ligados a mulheres na música. Um exemplo profissional a ser seguido e uma pessoa que ensinou a todas nós a não nos preocuparmos com nossa má reputação.

Para saber mais: Wikipédia, Site Oficial, Twitter

Chiquinha Gonzaga

https://www.youtube.com/watch?v=FbjxquKXEJo

A gente se acostuma a achar que é só no rock que acontecem as revoluções de comportamento. Chiquinha Gonzaga sambou na cara da sociedade brasileira de tantas maneiras diferentes que merece demais entrar nessa lista. Obrigada pelo pai a casar, ela largou o marido, viveu dando aulas de piano e é considerada a primeira musicista brasileira, revolucionando a música nacional ao levar o (então) ousado maxixe para o círculo da música erudita. Filha de mãe negra, se envolveu na luta contra a escravidão e comprou a alforria de vários escravos com seu próprio dinheiro. Chiquinha é ainda responsável por elevar o violão a status de instrumento clássico e compositora da marchinha de carnaval "Oh Abre Alas".

Para saber mais: Wikipedia, Site oficial, 80 anos sem Chiquinha Gonzaga

Madonna

https://www.youtube.com/watch?v=s__rX_WL100

Acho que a Madonna foi a primeira mulher que me fez pensar: quero ser igual a ela. Recentemente, ela perdeu o trono de rainha do meu coração, mas não deixa de ser uma grande inspiração para mim. Se nos últimos anos, Madonna perdeu muito de usa ousadia e capacidade de inovação, ela ainda é um grande ícone de marketing além de continuar a ser uma mulher muito assertiva, que controla com perfeição uma carreira longeva e de sucesso. A própria Kim Gordon elogia a criatividade e capacidade de superação da Madonna iniciante. Mulher de negócios, artista, rainha do pop, marketeira, Madonna tem um lugar garantido entre as grandes mulheres da música e é com certeza um dos maiores nomes do entretenimento no mundo.

Para saber mais: Site Oficial, Wikipedia

Você também pode gostar

0 comentários