O clipe de "Virou Canção" do Ogi é um convite à nostalgia

por - 11:29

[caption id="attachment_28561" align="aligncenter" width="695"]ogi-virou-cancao Reprodução[/caption]

“São Paulo é selva e eu conheço a fauna, muita calma, ladrão, muita calma” e enquanto isso estourava nos aparelhos de CD, em um longínquo ano de 2002 ou 2003, eu tava na rua, sem nem saber que o Racionais tinha lançado um disco novo. Era esconde-esconde, futebol e pipa com a molecada da favela aqui do lado, minha mãe preocupada e falando pra eu “subir o morro”. E assim eu cresci: com uma fitinha pirata do Racionais MCs tocando num walkman ou num 3 em 1 velho, emprestados por um tio que me ensinou o que era a rua desde moleque. E o que tudo isso tem a ver com o clipe de “Virou Canção”, que o Ogi soltou nesta segunda-feira (31)? Tudo.

O vídeo, que foi lançado oficialmente no último show dele aqui no Centro Cultural São Paulo no sábado (29), é um resumo de toda a infância de quem não nasceu em berço de ouro em SP. De quem foi para a escola pública a vida toda e de quem perdeu amigo pro crime e para a violência que nos cerca desde cedo. É só pegar alguns momentos que você vai sacar: o primeiro pixo, as festinhas na vila ou na escola, a forma de conversar com as minas, você e seus amigos trocando música (em fita, mp3 ou naqueles CDs de R$ 5 da feira) e o futebol na quadrinha ou no campão depois da escola.

O clipe é extremamente sutil e foi dirigido pela Gabi Jacob, responsável por “Por Que Meus Deus”, que tem aquele final sensacional. Agora é com você: assista ao vídeo abaixo e prepare o lencinho, a não ser é claro, que a sua infância foi colando no Wet’n Wild todo fim de semana e que refrigerante de marca genérica nunca apareceu na sua mesa.

https://www.youtube.com/watch?v=RM4tkb3xvn0

Você também pode gostar

0 comentários